Futebol italiano teve perdas de 525 milhões de euros em 2014/15

A "Conta económica do futebol italiano" revela ainda que 'calcio' faturou de 3.500 milhões de euros na mesma temporada

Carlo Tavecchio, presidente da Federação Italiana de Futebol
• Foto: EPA

O futebol italiano faturou cerca de 3.500 milhões de euros na época 2014/2015, revelando perdas de cerca de 525 milhões de euros, anunciou esta quinta-feira a Federação Italiana de Futebol, em estudo apresentado na Câmara dos Deputados.

A investigação "Conta económica do futebol italiano" divulgou que o futebol profissional (Primeira, Segunda e terceira divisões) incidiu em 74% na faturação de 3.500 milhões de euros, já o sector amador (futebol masculino e feminino, futebol de cinco e futebol de praia) teve um impacto de 26%.

No estudo, também foi destacado que 98,7% dos cerca de 525 milhões de euros foram gerados por clubes profissionais (519 milhões de euros), enquanto os clubes amadores e juvenis obtiveram perdas de 4,2 a 6,6 milhões.

Para o presidente da Federação Italiana de Futebol, Carlo Tavecchio, o "relatório é uma espécie de ressonância magnética" no futebol italiano.

"É o primeiro estudo que abrange o mundo profissional e o amador", disse.

O ensaio também mostrou que, entre 2010 e 2015, os direitos televisivos tiveram um crescimento estável (de 105,9 milhões de euros para 172,6 milhões), não sendo ainda comparável com os dados das ligas de Espanha (866,4), Inglaterra (846,7) e Alemanha (701,9 milhões de euros).

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Itália

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.