Record

Guerra aberta com 'bomba Modric': «Juventus, Inter e PSG adulteram o mercado»

Javier Tebas, presidente da La Liga, não poupa críticas aos nerazzuri

O mercado de transferências em Itália fechou ontem sem a ‘bomba Modric’, como lhe chegou a chamar a imprensa italiana. Na ausência do negócio entre Inter e Real Madrid, a bomba foi lançada por... Javier Tebas, presidente da Liga espanhola, ao lançar duras críticas aos nerazzurri por um alegado assédio destes ao médio croata sem o conhecimento do Real Madrid. "A oferta do Inter cheira a esturro", referiu Tebas, dando a indicar que os italianos apostaram numa estratégia semelhante do PSG com... Neymar.

E o responsável máximo da Liga espanhola foi mais longe, atacando o novo clube de Ronaldo: "Juventus, Inter e PSG adulteraram o mercado." Tebas tem dúvidas sobre a proveniência do dinheiro e não aceita o facto de Espanha estar a perder os melhores futebolistas.

O Inter, que conta com João Mário no plantel, reagiu em comunicado oficial, negando as insinuações de Tebas e referindo que agirá judicialmente contra o presidente de La Liga. Também a Serie A se viu obrigada a responder ao espanhol. "A liga italiana está surpreendida com as declarações de Javier Tebas. São afirmações sem conhecimento de causa e que prejudicam a integridade de dois clubes italianos, assim como da liga na qual competem. A Serie A não pode aceitar passivamente o que considera ser manobra mediática para desestabilizar o cenário internacional", podia ler-se.

Portugueses no topo

No último dia do mercado em Itália,quase nada mudou. Ronaldo e Cancelo foram mesmo os reforços mais caros e houve dois negócios fortes: o Arsenal cedeu o guardião Ospina ao Nápoles; e o Milan contratou Laxalt ao Génova.

Por Luís Magalhães
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Itália

Juventus vai às compras

Andrea Agnelli quer rodear Cristiano de mais alguns foras-de-série já a partir do início do ano
Notícias

Notícias Mais Vistas

M