Juventus tenta 'despachar' Higuaín e Khedira: rescisões estão em cima da mesa

Vecchia Signora não conta com a dupla e pretende encurtar folha salarial

• Foto: Reuters

A pandemia afetou financeiramente todos os clubes e nem mesmo os crónicos campeões italianos escapam aos efeitos da Covid-19. De tal forma que, segundo o 'Tuttosport', a Juventus estará a ponderar seriamente em avançar para conversações com Gonzalo Higuaín e Sami Khedira, dois dos seus jogadores mais sonantes, no sentido de tentar chegar a um acordo para a rescisão por mútuo acordo dos respetivos vínculos.

A ideia é clara: reduzir a folha salarial, até porque os dois jogadores são dos mais bem pagos e também porque nenhum deles é um elemento que entre nas contas de Maurizio Sarri para a próxima temporada. Higuaín ainda tem jogado de forma pontual nesta época, ao passo que Sami Khedira leva apenas 18 jogos esta época, dois nos últimos oito meses.

De acordo com o 'Tuttosport', o cenário estará já a ser tratado pelo diretor desportivo Fabio Paratici, sendo o caso de Higuaín aquele que parece ser prioritário. O avançado argentino ganha 5 milhões de euros limpos anuais, pelo que a sua saída representaria uma redução importante na folha salarial, mas também permitiria que o clube pudesse apostar algumas dessas fichas na aquisição de um novo dianteiro, como por exemplo Arkadiusz Milik, do Nápoles.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Itália

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0