Lágrimas de Cassano por Federer e Totti

Revelação do interacional italiano

• Foto: EPA

Os homens não são de ferro e Antonio Cassano, o rebelde de personalidade difícil, é bem exemplo disso. O internacional italiano - que representou Bari, Roma, Real Madrid, Sampdoria, Milan, Inter Milão e Parma - revelou que nos últimos seis meses chorou... duas vezes. Parece pouco? Então veja as razões.

A primeira aconteceu a 28 maio, quando Totti despediu-se da sua Roma em pleno Estádio Olímpico. Adeus emotivo do eterno capitão giallorossi que levou Antonio Cassano às lágrimas. Mas houve outro momento que não o deixou indiferente. A vitória de Roger Federer no Open da Austrália. O 20º Grand Slam conquistado pelo suíço foi festejado por todo o Mundo. Foram várias as mensagens de emoção, com Federer a chorar em pleno court, depois de um discurso que acabou em lágrimas... que também chegaram a Itália.

"Chorei duas vezes nos últimos 6 meses: com a despedida do Totti e a vitória do Federer. Transpirei mais do que nos tempos em que jogava. Sou um grande fã do Roger e fico muito emotivo ao ver as suas conquistas", garantiu Antonio Cassano, de 35 anos, no programa ‘Tiki Taka’, do canal Italia 1.

Por André Ferreira
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Itália

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.