Mancini: «Sarri chamou-me homossexual»

Justifica polémica no final da partida

• Foto: Reuters

O final da partida entre Nápoles e Inter, que qualificou os nerazzurri para as meias-finais da Taça de Itália (2-0), ficou marcada pela polémica entre os técnicos Roberto Mancini e Maurizio Sarri no final. Acontece que o treinador do Nápoles terá chamado homossexual ao seu colega do Inter.

"Ele é racista e uma pessoa destas não pode estar no futebol. Eu questionei os minutos de compensação e chamou-me homossexual. Tentou pedir desculpa nos balneários, mas não pode ser. Tem sessenta anos, não faz sentido fazer estas coisas", afirmou Mancini.

Por Pedro Gonçalo Pinto
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Itália

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.