Nápoles castiga adeptos por recusarem camisola de Callejón

Aurelio De Laurentiis não gostou da atitude da claque

• Foto: Reuters

O Nápoles conseguiu ser a equipa que mais se aproximou da super Juventus na presente temporada, mas os recentes resultados ditaram um clima de inesperada insatisfação no emblema napolitano, levando a inúmeros episódios de tensão entre a principal claque e alguns elementos da equipa de futebol.

Carlo Ancelotti foi um dos primeiros a ser alvo da contestação, que este fim de semana subiu de tom de forma inesperada após o encontro diante do Frosinone, no qual os napolitanos até venceram. O alvo foi ainda mais inesperado, o espanhol José Maria Callejón, que viu a sua camisola ser devolvida pelos adeptos no final do encontro, que era o seu 300.º ao serviço da equipa do San Paolo.

Um gesto que não caiu bem a Callejón, que recolheu aos balneários cabisbaixo, mas que provocou mesmo uma reação do líder máximo do clube, o presidente Aurelio De Laurentiis, que decidiu 'castigar' os adeptos daquela zona com um aumento no preço dos bilhetes a pagar, dos 14 para os 30 euros.

Uma decisão que poderá agravar ainda mais o clima de tensão neste final de temporada, mas que serve também para De Laurentiis impor uma posição junto do grupo de adeptos. Veremos quem ganha a 'batalha'....

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Itália

Notícias

Notícias Mais Vistas