O amor de Berlusconi

Presidente justifica assim a venda do AC Milan

Um ato de amor. Silvio Berlusconi justifica assim a venda do Milan à sociedade sino-europeia Investment Management Changxing, por 740 milhões de euros. "Há 30 anos comprei o Milan por amor. Cedo-o agora por um ato de amor ainda maior. Entrego a equipa a um grupo que tem os recursos necessários e a vontade de investir, por forma a que o Milan volte a competir com os grandes clubes internacionais", escreveu o ex-presidente dos rossoneri no Facebook, ilustrando o texto com uma fotografia onde surge ladeado pelos troféus conquistados no seu consulado, entre eles a Champions, Taça Intercontinental e Supertaça Europeia, num total de 28 títulos.

"A paixão dos adeptos foi determinante para tornar o Milan um clube especial e mais forte do que todos os outros. Exultámos e sofremos juntos! Estou certo que em breve festejaremos novos sucessos", disse o italiano, de 79 anos.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Itália

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.