Roberto Baggio e um momento de grande dor na carreira: «Pedi à minha mãe para me matar»

Antigo jogador italiano faz revelação surpreendente

• Foto: Getty Images

Roberto Baggio lamenta que as crianças estejam "a perder a alegria de jogar futebol em qualquer sítio", aquela que sentia quando era miúdo e quer mais tarde lhe proporcionou uma carreira, marcada por glória, momentos complicados e às vezes incompreensão dos adeptos. 

"Para mim foi um sonho vestir a camisola do Vicenza. Depois cheguei à Fiorentina após uma grave lesão. Não joguei durante duas épocas e mesmo no terceira ainda não estava totalmente recuperado. As lesões foram um pesadelo para mim. No dia seguinte à minha primeira operação ao joelho pedi à minha mãe para me matar", revelou o antigo jogador italiano no Festival dello Sport em Trento.

Baggio lembrou que "criou uma ligação profunda com os adeptos da Fiorentina" e que fez tudo para ficar, atribuindo as responsabilidades na mudança para a Juventus aos dirigentes. 

"Senti-me culpado por ser a causa de tudo, mesmo que fosse a última pessoa a quem culpar", refere, recordando os "três dias de caos".

2
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Itália

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.