Sul-coreano fez 7500 quilómetros para confrontar Ronaldo... e agora ameaça ir até Itália

Viajou de Seul a Estocolmo e registou tudo em vídeo

A carregar o vídeo ...
Sul-coreano foi a Estocolmo confrontar Ronaldo e registou tudo em vídeo

Continua a dar que falar a ausência de Cristiano Ronaldo num encontro de preparação disputado pela Juventus na Coreia do Sul. Depois das ameaças de boicote a CR7 e de ações legais por parte de milhares de adeptos, mas também da abertura de uma investigação policial, agora surge o caso de um adepto sul-coreano que decidiu ir de Seul até Estocolmo (onde a Juventus jogou com o Atlético Madrid) para confrontar o avançado português pela sua ausência no jogo de há três semanas.

Uma viagem que o asiático registou em vídeo (já tem mais de três milhões de visualizações no youtube!) e onde este mostra a sua jornada até ao hotel no qual CR7 e a Juve estavam instalados. Aí chegado, e avistado o português, Kwak Ji-hyuk gritou numa primeira fase "por que não jogaste na Coreia?", sem que CR7 se tenha sequer apercebido a sua frase. Num segundo momento, já no regresso do português ao hotel, o adepto sul-coreano exibe um cartaz na língua de Camões, onde tem inscrita a mensagem "Cristiano, eu venho da Coreia. Porque você não jogou na Coreia?". Um cartaz que, segundo as imagens, CR7 nem terá visto...

A situação continua, com o adepto sul-coreano a não desistir de exibir a sua insatisfação. Primeiro na saída do autocarro do hotel e depois mesmo no interior da Friends Arena, o palco do jogo entre os italianos e o Atlético. A última tentativa deu-se já no aeroporto de Estocolmo, onde até conseguiu captar a atenção de Maurizio Sarri, mas não a de Ronaldo.

Agora, e falhada esta investida, o sul-coreano estará agora a 'ameaçar' repetir a tentativa no próximo mês, agora em solo italiano...

Por Fábio Lima
3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Itália

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.