Supertaça italiana: O jogo que pode vir a não realizar-se

Problema mecânico com o avião do AC Milan promete gerar ainda muita polémica

• Foto: Reuters

A Supertaça italiana, que deverá realizar-se na sexta-feira, em Doha, no Qatar, promete fazer ainda correr muita tinta. Na base da polémica está um problema mecânico detetado no avião que deveria ter transportado esta terça-feira a equipa do AC Milan, desde Milão até àquela cidade do médio oriente.

A aeronave não chegou a sair de Londres e a equipa 'rossonera', que já se encontrava no aeroporto, teve de regressar a Milanello, horas depois da Juventus ter feito a ligação aérea sem problemas de maior. Perante isto, o grupo liderado por Vincenzo Montella irá viajar apenas na quarta-feira, ao final do dia, chegando a Doha à noite. 

Depois de o presidente milanês, Adriano Galliani, ter vindo dar conta do "sério prejuízo desportivo" criado por este atraso, existem relatos, em Itália, de que os responsáveis do AC Milan já terão informado a 'Lega Serie A' de que um novo atraso determinará a não comparência da equipa no Estádio Nacional de Doha.

Soluções

O problema poderia ficar resolvido com a atribuição de uma vitória, por 3-0, à Juventus, mas a questão pode não ser assim tão simples. Porquê? Porque a lotação do estádio está esgotada e a falta de comparência de qualquer um dos participantes - e a não realização do jogo - determinaria a devolução do dinheiro dos bilhetes e o não pagamento dos 'cachets' prometidos a cada um dos clubes.

A remarcação do jogo é outra possibilidade, mas coloca mais duas questões. Teria de realizar-se ainda em 2016, uma vez que o calendário do futebol italiano para o ano seguinte está completamente esgotado e, se possível, antes da Consoada, já que os jogadores de AC Milan e Juventus estariam a contar passar o Natal junto das respetivas famílias. Muitos deles na Ásia ou na América latina. 

O 'Boxing Day' - 26 de dezembro - é também, por isso, uma solução que não agradaria a muitos dos futebolistas envolvidos. Como não agradaria a nenhum dos clubes regressar a Itália - onde ainda se encontra o AC Milan - para disputar a Supertaça no terreno do adversário. O 'calciomercato.it' fala da dificuldade que seria agendar a partida num tão curto período de tempo para o Olímpico de Roma.

Perante este imbróglio, o mais provável é que o AC Milan aceite viajar na quarta-feira e jogar na sexta, mesmo tendo consciência que a Juventus tem a vantagem teórica de ter chegado 48 horas antes a uma cidade onde a temperatura se encontra 20 graus acima daquela que se faz sentir em Milão.

Por João Lopes
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Itália

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0