Record

Totti pede fim das críticas às contratações da Roma e defende qualidade do plantel

«Se tens um plantel de 25 jogadores com 16 internacionais, significa que tens uma boa equipa», disse

O antigo capitão e atual diretor da Roma, Francesco Totti, pediu esta quarta-feira o fim das críticas ao trabalho de Monchi, o atual diretor desportivo, e defendeu a qualidade das contratações para a equipa de futebol.

Totti considerou "inúteis" as recentes críticas feitas por adeptos a Monchi e a James Pallotta, o norte-americano que preside ao clube.

"Monchi planeou as contratações de determinada maneira, vendeu grandes jogadores, contratou outros e alguns jovens. Se tens um plantel de 25 jogadores com 16 internacionais, significa que tens uma boa equipa", afirmou Totti, em entrevista à rádio oficial do clube.

As declarações de Totti, que representou a equipa durante 25 temporadas, surgem depois de a equipa romana ter vendido o belga Radja Nainggolan e o brasileiro Alisson Becker, e ter investido os 100 milhões de euros das transferências na compra de 14 futebolista.

A equipa não tem tido um bom início de época, ocupando o sexto lugar da liga italiana, o que já levou alguns adeptos a colocarem, em várias zonas de Roma, tarjas nas quais acusam a direção de querer ganhar dinheiro e não conquistar troféus.

O antigo avançado reconheceu ainda o favoritismo da Juventus, dos portugueses Cristiano Ronaldo e João Cancelo, no campeonato.

"O campeonato é longo, mas temos de ser realistas. A Juventus está a jogar uma Liga própria, não podemos esconder que estamos a lutar com AC Milan, Inter Milão, Nápoles e Lazio", frisou.
Por Lusa
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Itália

Notícias

Notícias Mais Vistas

M