Treinador do Brescia elogia Balotelli: «Apesar do racismo ele continuou»

Eugenio Corini sublinha caráter do avançado italiano

A carregar o vídeo ...
Reação de Balotelli aos cânticos racistas em Verona

Mario Balotelli, avançado do Brescia, foi alvo de insultos racistas por parte dos adeptos do Hellas Verona, no jogo deste domingo entre as duas equipas para a liga italiana. O avançado ameaçou mesmo deixar o relvado aos 55 minutos, mas acabou por ser convencido pelos outros jogadores a continuar o jogo. Manteve-se em campo e acabou mesmo por marcar um grande golo já perto do final. No banco de suplentes, Eugenio Corini, técnico do Brescia, assistiu à situação sem perceber bem o sucedido, mas saiu em defesa do seu jogador.

"Ainda não conversei com o Mário. Ele disse que sentiu alguma coisa, num momento muito complicado, depois o jogo continuou. Ele esteve bem, foi afetado emocionalmente, mas continuou a jogar, apesar das dificuldades. É escusado continuar a falar sobre o que aconteceu. Do banco é sempre difícil de perceber, houve muita confusão. Mas se o árbitro decidiu suspender o jogo por alguns minutos, é porque percebeu que algo estava errado", explicou o técnico.

Balotteli reage a insultos racistas com vídeo emocionante

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Itália

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.