Salada, frango e gnocchi: o segredo da força de Lukaku está na dieta mediterrânica

Avançado belga do Inter diz que a sua vida mudou desde que chegou a Itália

• Foto: Reuters

A carreira de Romelu Lukaku mudou desde que deixou o Manchester United e assinou pelo Inter e o avançado belga conta agora que o segredo está na dieta mediterrânica. O jogador, de 27 anos, mudou a alimentação e isso refletiu-se no seu rendimento.

"Desde que cheguei ao Inter mudei a minha dieta e posso dizer que nunca me senti tão forte", revelou à 'Sky Sport Italia' o avançado que soma 18 golos na Serie A esta época.

Lukaku contou que um nutricionista disse que o seu sistema digestivo parou de funcionar em Old Trafford, mas que agora segue uma dieta com alimentos especialmente selecionados para ele por parte do departamento médico do clube.

"A minha dieta consiste em saladas, muito peito de frango e massa", explicou, adiantando que este tipo de alimentação melhorou a sua resistência e tornou-o mais rápido. "Pela forma como jogamos temos de ter uma condição física forte, nós corremos muito. Desde que adotei este tipo de alimentação sinto-me melhor em campo, sinto-me com maior capacidade de reação e muito mais rápido."

Lukaku diz que eliminou da sua alimentação batatas, alimentos fritos e álcool. "Adorava hidratos de carbono, batatas, batata doce e arroz preto, mas não comia muita massa", explica o jogador, que já se apaixonou pela culinária italiana. "Sempre fui um jogador explosivo, com músculo, mas Itália levou-me a outro nível. Nunca me senti tão forte, atingi outro nível, física e mentalmente."

"Consumo muitos hidratos de carbono depois dos jogos. A maior parte das vezes como dois pacotes de gnocchi, depende do que o chef prepara. Eles entram rapidamente na circulação e ajudam-me imenso", finalizou o belga, visivelmente feliz.

Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Inter Milão

Notícias

Notícias Mais Vistas