Bonucci lembra jogo de 2014 com Benfica: «Estivemos ansiosos e custou-nos caro»

Central da Juventus confiante em superar o FC Porto amanhã para atingir os quartos-de-final da Champions

Leonardo Bonucci deu voz à ambição do grupo de trabalho da Juventus. O experiente defesa-central, de 33 anos, apontou à vitória diante do FC Porto amanhã à noite, lembrando a importância da equipa se manter serena e sem querer marcar golos "a qualquer custo".

E Bonucci até lembrou a meia-final da Liga Europa de 2013/14, quando a Juventus foi eliminada em casa pelo Benfica com um empate sem golos, após ter perdido na primeira mão, na Luz, por 2-1. "Lembro-me de que no jogo da segunda volta estivemos demasiado ansiosos e isso custou-nos caro", apontou, em conferência de imprensa.

Bonucci acredita que o FC Porto não irá a Turim defender o resultado, mas sim "lutar pela qualificação", pelo que será necessário que a Juventus "seja compacta" e não entre nesse tal "frenesim". O central regressou à competição no último sábado, somando 8 minutos diante da Lazio, após um mês parado devido a lesão.

Espírito da equipa para o jogo: "Vamos para o campo com o espírito que caracteriza a Juventus, de conquistar a vitória com grande humildade e muito respeito pelo Porto, mas sabendo que, como vimos em jogos recentes, com aplicação, sacrifício e luta pelo objetivo, podemos conseguir grandes resultados"

Se vê semelhanças com o Juventus-Benfica de 2014 e que erros não podem ser cometidos: "Sim, eu estava no relvado e lembro-me de que no jogo da segunda volta estivemos demasiado ansiosos e isso custou-nos caro. Amanhã à noite, nós devemos ser cuidadosos e não nos deixar levar pela vontade de fazer golos a qualquer custo, porque um golo pode ser marcado até ao último minuto. É óbvio que nós queremos ganhar e marcar mais do que um golo, com a consciência de que o Porto não virá para defender o resultado da primeira mão, mas para jogar".

Se falou com os colegas do balneário após jogo do Dragão: "Depois desse jogo, nós estávamos todos conscientes de que não fizemos tudo o que tínhamos de fazer, porque cometemos erros que nos servem de lição. Precisamos de aprender em cada treino e em cada jogo que disputamos. Esta é uma equipa feita de grandes jogadores. Homens que sabem assumir as suas responsabilidades tanto nos bons como nos menos bons momentos. Queremos ir para o campo para levar a Juventus até onde ela merece".

Condição física após lesão: "Estou como um jogador está após paragem forçada de um mês. O treinador irá decidir quem irá ser titular, mas todos os que estão nesta equipa estão prontos quando são chamados e amanhã será assim. Da minha parte, e depois de um mês fora da competição, mal posso esperar por voltar ao relvado, mas como já disse isso depende das escolhas do treinador.

Continuidade exibicional: "Amanhã não poderemos perder nem um segundo do jogo. Quando jogas tanto, não é fácil ter uma abordagem contínua e constante, mas isso não deve ser uma desculpa. Nós, como equipa, temos de crescer porque não ter feito pré-temporada condicionou-nos. Amanhã à noite temos a tarefa de ir do aquecimento ao final do jogo."

Maior ameaça no jogo de amanhã: "O frenesim. Vai ser importante ser paciente e atento e não podemos cair na ansiedade. O Porto virá lutar pela qualificação e, por isso, teremos de ser compactos."

Mensagens de Cristiano Ronaldo: "Ele está sempre ao comando destes jogos. Pelas entrevistas, nós percebemos que ele jogaria só os jogos da Liga dos Campeões, por isso percebemos o desejo que ele tem."

Por André Gonçalves
5
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Juventus

Notícias

Notícias Mais Vistas