Governo grego adia início do campeonato

Na origem da decisão está a possibilidade de existência atos de violência

• Foto: EPA

O governo grego decidiu adiar pelo menos duas semanas o início do campeonato de futebol, previsto para este fim de semana, por temer atos de violência na contestação à posição da federação sobre a nomeação de árbitros.

De acordo com um relatório policial, há razões suficientes para adiar a competição, como forma de "prevenir a alteração da ordem pública, segurança e paz social", refere em comunicado o vice-ministro do Desporto, Stavros Kontonis.

As autoridades asseguram que a abertura da Super League (primeira divisão), inicialmente prevista para o próximo sábado, só será possível para depois do dia 5 de setembro.

Stavros Kontonis sugeriu a criação de uma administração temporária especial para a Federação de Futebol Grega, que culpou por não ter mantido a promessa de mudar o sistema de nomeação dos árbitros, apesar da recente mediação da UEFA.

Três dos principais clubes gregos, Panathinaikos, AEK Atenas e PAOK Salonika, também ameaçaram boicotar o início da competição, se a federação mantiver sob a sua alçada a nomeação dos árbitros.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Outros

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.