Cafu: «A cada cinco dias vou ao cemitério»

O antigo internacional brasileiro Cafu falou pela primeira vez sobre a morte do filho Danilo, que morreu aos 30 anos vítima de paragem cardíaca. "A cada cinco dias vou ao cemitério visitar o túmulo. Ainda não tive coragem de entrar no quarto, o meu filho Wellington juntou as coisas dele e doou tudo. Não sei como descrever a sensação de atirar terra sobre o caixão de um filho."

Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Jogo da Vida

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0