Maradona e o fim da relação com Rocío Oliva: «A minha vontade era arrancar-lhe a cabeça»

Ex-namorada, 30 anos mais nova, exige metade dos rendimentos do argentino dos últimos 6 anos

Continua a dar que falar a separação de Diego Armando Maradona e Rocío Oliva. Seis anos depois de ter iniciado uma tumultuosa relação, o casal separou-se, mas a rutura não está a ser pacífica.

"O amor com Rocío está morto", disse Maradona a um canal de televisão argentino. "Ela não me desperta nada. Há muito tempo que durmo sozinho. No Dubai ela esperava que eu fosse dormir para ir tirar fotos, mostrá-las aos amigos e esconder-me coisas. A relação já estava terminada", conta El Pibe, de 58 anos, que não esconde o rancor relativamente à antiga namorada, 30 anos mais nova.

"A verdade é que fui um idiota. Mas ela assinou um papel onde se compromete a não dizer nada, está fora da minha vida. Se se portou mal? Isso está nas mãos dos advogados", acrescentou Maradona, não comentando assim os rumores dando conta de que a jovem o teria traído.

Mas Oliva reclama metade dos rendimentos obtidos pelo antigo craque durante o período em que estiveram juntos, além de uma compensação financeira por ter interrompido a sua carreira de futebolista para seguir Maradona para o Dubai e para o México. Quando confrontado com esta exigência da ex-namorada Maradona 'explode': "Não sou violento, mas a minha vontade era arrancar-lhe a cabeça."

Oliva exige ainda ficar com a casa que Maradona lhe ofereceu e onde vive com o resto da família, só que o antigo craque não se mostra muito generoso... "Lamento, mas não sou o Pai Natal. Eu trabalho, como toda a gente."

1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Jogo da Vida

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0