Mulher de Iniesta admite: «Perder o nosso filho foi uma experiência supertraumática»

Anna Ortiz escreveu um livro onde falou sobre o tema

Andrés Iniesta, médio espanhol que representa os japoneses do Vissel Kobe, vestiu a pele de jornalista e entrevistou a mulher, Anna Ortiz, que escreveu um livro intitulado 'Mi luz'. Na obra Anna fala de vários temas, inclusive a perda do filho de ambos, em 2014, quando estava com 8 meses de gravidez. 

"Nunca pensei escrever um livro, muito menos um tão pessoal. Foi uma proposta da editora que me encantou. Sempre gostei de ler, mas escrever um livro implica palavras maiores. Recebi a ideia com um pouco de receio, mas depois começaram a surgir as ideias e as propostas sobre os capítulos chamaram-me à atenção. Comecei a escrever, a escrever e cá o temos", contou Anna na conversa com o marido.

E o que se pode esperar da obra? "Escrevi tudo de forma natural e isso para mim é importante. É importante reconhecer-me em cada uma das palavras e das linhas. Tentei transmitir a tranquilidade que gosto tanto. Explico vivências muito pessoais e oxalá que as pessoas que o leiam se identifiquem com elas. Falo de perdas, da nossa decisão de nos mudarmos para tão longe, para o Japão..."

E uma dessas perdas foi precisamente um filho. "O Andrés e eu tentamos sempre manter a nossa intimidade, não tornar pública a nossa vida privada, mas neste relato abro-me bastante. Conto coisas muito pessoais, coisas que nunca contei a pessoas que me são próximas. Por exemplo a perda do nosso bebé. Foi uma experiência supertraumática e até ao dia de hoje não tenho forças para falar disso, talvez porque falar fazia-me mais mal do que bem, mas depois de um trabalho pessoal que fiz finalmente ganhei forças para o tornar público. Sentia que era o momento para o fazer", explicou a mulher do antigo jogador do Barcelona.
 
Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Jogo da Vida

Notícias