Vueling obrigada a pedir desculpa a Messi

Presidente da companhia aérea havia dito que o aeroporto de Barcelona não crescia por culpa do craque argentino

• Foto: Reuters

A companhia aérea Vueling foi obrigada a pedir desculpa a Messi. Tudo começou quando o presidente da companhia aérea low cost, Javier Sánchez-Prieto, ter afirmado que o crescimento do aeroporto de Barcelona estava limitado "porque não se pode passar pela casa de Messi".

As palavras de Sánchez-Prieto não foram bem recebidas, tendo criado uma polémica que obrigou a Vueling vir a público esclarecer a sua posição sobre o assunto.

"Nunca foi nossa intenção envolver o jogador Messi em qualquer controvérsia e podemos confirmar que ele nunca emitiu qualquer declaração em relação ao aeroporto", refere em comunicado. 

A companhia aérea de baixo custo espanhola com base em Barcelona refere ainda que as declarações surgiram após ter sido anunciado a inauguração de um novo terminal internacional, com Sánchez-Prieto a pedir que se considerasse a opção de aumentar o número de operações, referindo "que parte dessas limitações se deviam a não poder sobrevoar algumas vivendas, entre as quais a de Messi". 

Atualmente a circulação de aviões está limitada pelo município de Gavá (onde reside Messi), por questões ambientais. 

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Jogo da Vida

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.