Torneio da Pontinha: Admirador de Jonas marca que se farta

Pedro Rocha assinou 6 golos pelo Benfica frente ao Lissois e também lidera lista dos artilheiros

• Foto: David Martins

A 35ª edição do Torneio da Pontinha não demorou a revelar um verdadeiro matador. Logo no primeiro encontro da prova, o Benfica não perdoou e, frente aos franceses do Lissois, impôs o resultado mais dilatado de toda a ronda: 10-0. Mais do que o resultado expressivo, Pedro Rocha foi o ponta--de-lança de serviço ao apontar 6 dos golos dos encarnados que, após o primeiro dia, lhe garantem o estatuto de melhor marcador. Isto apesar de ter ficado em branco no segundo encontro, onde as águias derrotaram o Getafe (3-1).

A ambição é a principal característica deste jovem de 12 anos. Pedro Rocha vê Jonas como uma referência na sua posição, mas quer impor o seu estilo de jogo. "Se estou no Benfica é porque tenho algum valor . Como jogador, sou rápido, objetivo e gosto de marcar golos. Gosto muito do Jonas e quero olhar para ele de modo a melhorar a minha forma de jogar ", destaca.

No entanto, o jovem avançado não esconde a satisfação pelos golos apontados. "É bom ajudar sempre a equipa a vencer. Pediram-nos para fazer golos e fiquei muito satisfeito por ter marcado seis", afirma a Record.

Ambição não falta

Como qualquer jovem, o sonho de integrar o plantel do Benfica faz parte dos planos de Pedro Rocha. No entanto, o dianteiro já pensa em voos mais altos, que passam por Espanha. "O meu sonho é jogar no Benfica e depois quero subir na carreira para patamares mais elevados. Gostava um dia de chegar ao Real Madrid ou ao Barcelona", frisa.

Sobre o torneio, Pedro Rocha considera que tem sido uma experiência interessante. "Estou muito feliz por participar numa prova que já tem uma dimensão internacional. Tem sido muito giro", remata, sorridente. 

Segundo dia com um ansiado dérbi

Para hoje está marcado o jogo mais importante desta fase da competição organizada pelo CAC Pontinha. Benfica e Sporting vão encontrar-se, às 11 horas, no Estádio 1.º de Maio, em Lisboa. Os leões, que venceram as últimas duas edições do torneio, partem com a ambição assmuida de fazer o tri. No entanto, para o técnico leonino, Pedro Coelho, esta partida é apenas mais uma. "Apesar de ser um dérbi, este é um desafio que serve para continuar a caminhada rumo aos nossos objetivos, que passam por atingir as meias-finais da prova. O mais importante continua a ser os três pontos ", refere o treinador, confiante num triunfo.

Por Bruno Dias
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Jornal Oficial

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.