Paulo Parreira, o campeão da Liga Record 2021/22: «Foi uma fezada no Henrique Araújo»

Vencedor desta edição é guarda prisional e chega ao título que vale um automóvel

• Foto: Luís Manuel Neves

Uma época inteira longe do pódio e um salto para o topo na última jornada. Assim pode ser feito o resumo da campanha vitoriosa de Paulo Parreira na Liga Record 21/22. "É verdade, andei muito tempo longe dos primeiros lugares porque faltava homologar a jornada do Belenenses SAD-Benfica. Depois de o ser, como tinha o Darwin a capitão, apareci nos 100 primeiros", resume Paulo Parreira, revelando a tática para a última ronda: "Como o Darwin não ia jogar, apostei no miúdo do Benfica. Foi uma fezada no [Henrique] Araújo que foi decisiva, pois tinha-o como capitão."

Aos 43 anos, o treinador de sofá, que é guarda prisional, consegue assim o primeiro título na Liga Record e vai receber um automóvel Nissan. "Como já tenho carro, quem vai beneficiar com este prémio é a minha mulher, vai ser para ela. Para o ano vou continuar a jogar mas só com uma equipa. Isto é mais para entreter e para o convívio que fazemos pois participo em duas Ligas privadas. De resto, é seguir a informação para fazer as melhores escolhas e pontuar bem", rematou.

Por Miguel Amaro
12
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Liga Record

Notícias