Sergio Moro pede demissão e abre nova crise no Governo do Brasil

Ministro da Justiça acusou Bolsonaro de estar a fazer uma "interferência politica na policia federal"

O ministro da Justiça e da Segurança Pública do Brasil, Sergio Moro, anunciou esta sexta-feira que pediu demissão do cargo que ocupa desde janeiro do ano passado, durante uma conferência de imprensa, em Brasília.

Sergio Moro acusou o Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, de estar a fazer uma "interferência politica na policia federal", na sequência da demissão do ex-chefe da Polícia Federal do país, Maurício Leite Valeixo, publicada hoje de manhã no Diário Oficial da União.

Moro foi um dos principais membros do Governo brasileiro e mantinha uma popularidade maior do que a do próprio chefe de Estado, com quem entrou em atrito algumas vezes, incluindo numa tentativa anterior de exoneração de Valeixo, que aconteceu em agosto do ano passado.

Por Lusa
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Lusa CM

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.