Bolsa da Premier League não tem fim

Já foi a liga que mais gastou no verão de 2017 mas entrou a todo o gás num defeso com 9 dias...

O defeso ainda agora começou mas os clubes ingleses, conhecidos pela interminável pujança financeira que demonstram época após época, já dispararam nos gastos em reforços, com a Premier League a ter superado já os 280 milhões de euros nesse capítulo. A bolsa da Premier não tem fim, com Liverpool e Manchester United a dominar, para já, as compras, seguidos de um... Leicester ambicioso. O vice-campeão europeu já havia garantido o médio guineense Naby Keïta na época passada – acabou por pagar 60 milhões de euros em função da posição (6º) do RB Leipzig na Bundesliga – mas há poucos dias garantiu Fabinho (ex-Monaco) e estará perto de anunciar o criativo francês Fekir.

Ao todo, para já, são 105 milhões de euros, aparecendo logo atrás o Manchester United de José Mourinho e agora de Diogo Dalot com 81 milhões de euros desembolsados: aos 22 pagos pelo lateral-direito do FC Porto juntam-se os 59 milhões pelo internacional brasileiro Fred.

É expectável que os clubes ingleses queiram atacar o mercado mais cedo do que os clubes das restantes ligas europeias por uma razão muito simples: esta será a primeira época em que o mercado fecha mais cedo na Premier League – a 9 de agosto –em virtude de os clubes terem decidido contar com os plantéis fechados quando a competição arrancar.

Mais portugueses na prova

Além de Diogo Dalot, outro português e internacional já chegou à Premier League nos últimos dias: Ricardo Pereira deixou o FC Porto e assinou pelo Leicester, clube que pagou 20 milhões pelo lateral, não se coibindo de ontem ter desembolsado 3,5 milhões para garantir o experiente central Jonny Evans, que deixou o despromovido WBA.

Mas a presença portuguesa na Premier foi ainda reforçada com a chegada de Marco Silva ao Everton e do Wolverhampton à melhor liga do Mundo: Nuno Espírito Santo subiu os wolves e pagou 14 milhões de euros para manter Diogo Jota. Além de estar a discutir com a Juventus a aquisição de... João Cancelo ao Valencia. Com 280,9 milhões de euros gastos nos primeiros 9 dias de defeso, a Premier supera a Serie A (253,7 M€) e promete bater o recorde de 1.490 milhões gastos no verão de 2017.

Fekir ajudará a superar 300M€

A imprensa inglesa revelou ontem que o médio francês Nabil Fekir fez exames médicos em Paris para assinar pelo Liverpool. O negócio só será anunciado hoje, sendo que os reds irão pagar 60 milhões de euros ao Lyon: assim, o investimento da Premier League bate os 300 milhões, cifrando-se em 340,9. Mais de metade do que Bundesliga, Ligue 1 e La Liga gastaram no defeso de 2017/18...

Por Hugo Neves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Mercado

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0