Record

Carlos Galambas: «Benfica tem de deixar as luvas de boxe no balneário»

Diretor do andebol do Sporting reage às declarações de Carlos Resende, treinador das águias

• Foto: Luís Manuel Neves
Carlos Galambas, director do andebol do Sporting, reagiu esta quinta-feira às afirmações polémicas de Carlos Resende, treinador do Benfica, depois do técnico ter colocado, após a vitórias dos encarnados na Madeira, pressão sobre a arbitragem para o dérbi de domingo no Pavilhão João Rocha, que será dirigido pela dupla Duarte Santos e Ricardo Fonseca.
 
Em declarações ao Jornal Sporting, o antigo pivô dos leões pediu ao Benfica para "deixar as luvas de boxe no balneário."

"As declarações do meu amigo Carlos Resende, após o jogo com o Madeira SAD, são profundamente lamentáveis, porque significam uma pressão inaceitável sobre a equipa de arbitragem nomeada para o dérbi do próximo domingo. O Benfica entra em campo connosco, quase sempre, disposto a praticar pugilismo em vez de jogar andebol. Compete, naturalmente, aos árbitros terem a inteligência de obrigarem os jogadores do Benfica a deixarem as luvas de boxe no balneário. Seja como for, estamos absolutamente focados e motivados para que a conquista do bicampeonato aconteça já no domingo no Pavilhão João Rocha, perante os nossos sócios e adeptos, com a quarta vitória consecutiva sobre o Benfica para o campeonato nacional de 2017/2018", considerou Carlos Galambas.

Recorde-se que Carlos Resende tinha criticado no Funchal a atitude dos leões: "Temos de jogar de forma rápida, sabendo de antemão que o Sporting tentará fazer anti-jogo, mas isso também caberá à inteligência dos árbitros não o permitir."
Por Alexandre Reis
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Andebol

Notícias

Notícias Mais Vistas