FC Porto entra a ganhar na Liga dos Campeões

Dragões levam a melhor sobre os bielorrussos do HC Meshkov Brest

• Foto: Peter Spark / Movephoto

O FC Porto arrancou este sábado a campanha na Liga dos Campeões com um triunfo sobre os bielorrussos do Meshkov Brest, por 27-25, em encontro da ronda inaugural do Grupo B.

No Dragão Arena, os 'azuis e brancos' chegaram ao intervalo em desvantagem, por 9-15, mas evidenciaram a sua superioridade técnica e física na segunda parte, aproveitando as fragilidades defensivas do adversário, mas também graças ao guarda-redes Alfredo Quintana, que se 'agigantou' nos momentos cruciais do desafio.

No plano individual, o ponta-esquerda Diogo Branquinho, com oito golos, foi o melhor marcador dos campeões nacionais, enquanto as ações ofensivas do ponta-direita Darko Djukic, com 10 tentos, sobressaíram do lado do hexacampeão bielorrusso.

Com esta vitória, a formação orientada pelo sueco Magnus Andersson, que está de regresso à fase de grupos da principal prova europeia de clubes, após uma ausência de quatro temporadas, ascende à liderança da série B, com dois pontos, antes de se deslocar à Macedónia, em 29 de setembro, para defrontar o campeão em título Vardar.

Ainda invictos na temporada e com a conquista da Supertaça pelo meio, os 'dragões' perspetivavam uma entrada forte perante o seu público, mas iniciaram a partida com vários erros nas ligações ofensivas e demoraram a acertar os índices de finalização, desperdiçando diversos remates sem oposição, alguns dos quais travados pelos reflexos do guarda-redes Ivan Pesic.

Nesta fase, o Meshkov Brest revelava mais acutilância nas penetrações na zona de seis metros e frieza na hora de alvejar a baliza portuguesa, tendência que se traduziu numa vantagem de seis golos ao intervalo.

Forçado a recuperar o resultado negativo, o FC Porto surgiu transfigurado no segundo tempo e alcançou a igualdade aos 46 minutos (20-20), por intermédio de Diogo Branquinho, que na jogada seguinte colocou os 'dragões' pela primeira vez na liderança do marcador.

Apesar da elevarem a quantidade de erros com e sem bola, os bielorrussos mantiveram-se a curta distância no marcador e só deram maior réplica devido à exibição de Alfredo Quintana, que segurou o triunfo portista com defesas fundamentais, ainda que, por vezes, os postes também tenham ajudado.

Jogo no Dragão Arena, no Porto.

FC Porto - Meshkov Brest, 27-25.

Ao intervalo: 9-15.

Sob a arbitragem de Stevann Pichon e Laurent Reveret, da França, as equipas alinharam e marcaram:

- FC Porto (27): Alfredo Quintana, Miguel Martins (1), Djibril M'Bengue (2), Alexis Borges, Diogo Branquinho (8), António Areia (1) e André Gomes (2). Jogaram ainda Víctor Iturriza (1), Ángel Hernández (1), Rui Silva, Daymaro Salina (4), Leonel Fernandes, Thomas Bauer, Miguel Alves (3) e Fábio Magalhães (4).

Treinador: Magnus Andersson.

- Meshkov Brest (25): Ivan Pesic (1), Marko Panic (5), Andrei Yurynok (3), Nemanja Obradovic, William Accambray, Viachaslau Shumak (2) e Darko Djukic (10). Jogaram ainda Branko Kankaras, Artsiom Kulak, Aleksander Shkurinskiy (3), Ivan Matskevich, Artsiom Selvasiuk (1), Mikita Vailupau e Jaka Malus.

Treinador: Raúl Alonso.

Marcha do marcador: 1-2 (05 minutos), 2-6 (10), 5-7 (15), 7-9 (20), 7-13 (25), 9-15 (intervalo), 11-16 (35), 16-18 (40), 19-20 (45), 21-20 (50), 24-22 (55) e 27-25 (final).

Assistência: cerca de 2.000 espetadores.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Andebol

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.