França debilitada no início do Europeu

Karabatic quer levar gauleses a novo ouro

Karabatic quer levar França a novo ouro
• Foto: Reuters

É sem dúvida uma das formações mais fortes de sempre e, por isso, grande favorita à revalidação da medalha de ouro no Europeu, que se inicia hoje com a disputa da 1ª jornada dos Grupos A e B. Mas a França, também bicampeã olímpica e vencedora do Mundial, parte muito debilitada, com muitos dos seus jogadores afetados fisicamente, por se terem lesionado nas últimas semanas, casos de Fernandez, Barachet, Accambray, Grébille, Bonnefond e N’Guessan.

As fraquezas costumam ser, no entanto, fator de união dos gauleses, que, normalmente, vão crescendo ao longo das provas, com os seus jogadores, onde se destaca Nikola Karabatic, a subirem de rendimento com a aproximação das finais.

Além da França, a Dinamarca (vice-campeã), a Espanha (bronze) e a Polónia (bronze no Mundial e a beneficiar do fator casa) são outros dos candidatos ao título, mas num segundo plano surgem equipas como a Suécia (vice-campeã olímpica) ou a Croácia (bronze em Londres’2012), que também podem surpreender.

O Europeu tem também a curiosidade de apurar o campeão para os Jogos Olímpicos do Rio’2016 e os três primeiros classificados para o Mundial’2017, cujas provas somarão mais uma seleção do Velho Continente no caso da França, já qualificada para as duas competições, voltar a ganhar a competição.

E também vão restar as equipas que poderão calhar a Portugal – o sorteio é dia 31 – para o playoff de acesso ao Mundial’2017. De momento, e ainda bem, diga-se, apenas a França está descartada dessa lista.

Por Alexandre Reis
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Andebol

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.