Polémica dos bilhetes: Sporting questiona se campeonato deve ser homologado

Vicente Moura lamenta "dois pesos e duas medidas"

Vicente Moura, vice-presidente para do Sporting para as modalidades, confessou-se esta quarta-feira muito surpreendido com a decisão da Federação Andebol de Portugal (FAP) em relação ao quinto e decisivo encontro entre ABC e Benfica, lembrando que a mesma entidade tomou uma decisão diferente para uma situação semelhante entre os leões e a formação bracarense.

"Estamos estupefactos com esta situação, porque são dois pesos e duas medidas para uma situação exatamente igual. Quanto disputámos o quinto jogo da meia-final em Braga, em devido tempo, contrariamente ao que o ABC alegou mais tarde, pedimos os 15 por cento de bilhetes a que tínhamos direito de acordo com o regulamento. O ABC recusou, não entregou bilhetes, nós comunicámos a situação a FAP, que emitiu um comunicado em que dizia ao ABC para nos ceder os bilhetes e caso não os fizesse dizia que ia comunicar ao conselho de justiça. Até este momento sobre essa atuação não sabemos nada", garantiu o vice-presidente dos leões em declarações à Sporting TV.

O dirigente  lembra que os leões foram prejudicados pelo facto de não terem adeptos no pavilhão Flávio Sá Leite. "Como somos um clube responsável comparecemos no jogo, realizou-se sem adeptos nossos, o que nos prejudicou bastante, porque o ambiente foi hostil, e fomos eliminados. Acho que a Federação não teve nessa altura em conta que o Sporting é grande clube, que investe centenas de milhares de euros no andebol e não pode deixar de defender as suas equipas. Com esta situação, a FAP alterou o comportamento. Emitiu um comunicado correto, agora estão a ter um comportamento correto, contrariamente ao que fez no passado."

O comandante aplaude a decisão da FAP mas duvida que o campeonato possa ser homologado perante a diferença de condições que as equipas tiveram. "É uma situação que apluadimos mas que esperávamos que tivesse sido similar no jogo anterior. Não sei o que vai acontecer, se vão ou não ceder, o que sei é que houve dois pesos e duas medidas e não sei se a FAP - apelo ao presidente que medite sobre o assunto - trata o Sporting de maneira diferente e tem condições para homologar esta prova. Não sei se tem, porque não foram criadas condições similares. A direção e os seus serviços jurídicos vão analisar têm motivos para reclamar os jogos junto da Federação. Estamos a ser prejudicados e não fomos tratados com o respeito necessário. A FAP não pode desrespeitar um clube com a nossa dimensão"

Por José Morgado
36
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Andebol

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.