Benfica e Sporting repetem títulos nacionais de atletismo em pista coberta

Águias vencem nos masculinos e leões nos femininos

• Foto: Paulo Calado

O Benfica revalidou o título de campeão masculino de clubes de atletismo em pista coberta, superando pelo terceiro ano seguido o rival Sporting, que deu continuidade à supremacia na prova feminina.

Numa segunda sessão de finais sem qualquer recorde renovado no Altice Fórum, em Braga, as 'águias', que transportaram três pontos de vantagem sobre os 'leões' da jornada inaugural, totalizaram 101, para somarem o oitavo título nas últimas nove edições.

O Sporting ficou no segundo posto, com 90 pontos, mais 36 que o Sp. Braga, no derradeiro lugar do pódio, naquele que compôs o duelo de titãs no setor feminino, em que os lisboetas venceram pela 10.ª vez consecutiva, num total de 25 títulos em 27 edições.

As 'leoas' reuniram 100 pontos, contra 82 do Sporting de Braga, segundo colocado, e 66 da Juventude Vidigalense, terceira, num evento que voltou a contar com a ausência do Benfica 11 anos depois, por ter alinhado com menos de sete atletas no apuramento.

Os 'encarnados' 'limparam' as seis provas masculinas do dia, sempre secundados pelo Sporting, com destaque para o triunfo no triplo salto do luso-cubano Pedro Pablo Pichardo (17 metros) sobre o sportinguista e campeão olímpico em 2008 Nelson Évora (16,27).

João Vítor Oliveira venceu Rasul Dabó nos 60 metros barreiras (7,87 segundos) e Samuel Barata superou Fernando Serrão nos 3.000 metros (8.09,68 minutos), enquanto a estafeta benfiquista formada por João Coelho, Mikael Jesus, Mauro Pereira e Raidel Acea suplantou o Sporting nos 4x400 metros (3.15,09 minutos).

Isaac Nader voltou a derrotar Paulo Rosário, desta feita nos 800 metros, com 1.52,80 minutos, um dia após o triunfo nos 1.500 metros, tendo o luso-búlgaro Tsanko Arnaudov dominado o lançamento do peso, com 20,59 metros diante do 'leonino' Marco Fortes.

Em femininos, o Sporting arrecadou seis das sete competições, graças aos triunfos de Patrícia Mamona no triplo salto (13,86 metros), Olímpia Barbosa nos 60 metros barreiras (8,44 segundos) e da romena Claudia Bobocea nos 800 metros (2.06,51 minutos).

A luso-camaronesa Auriol Dongmo venceu o lançamento do peso, com 18,08 metros, enquanto as 'leoas' Dorothé Évora, Vera Barbosa, Juliana Guerreiro e Cátia Azevedo confirmaram o favoritismo na estafeta 4x400 metros (3.37,70 minutos).

Marta Onofre granjeou sucesso na vara, ao saltar 4,20 metros, enquanto o Sporting de Braga impôs-se nos 3.000 metros por Mariana Machado (9.19,05 minutos), que tinha brilhado no sábado na prova de 1.500 metros.

Na segunda divisão, a Casa do Benfica de Faro conquistou o título masculino pela terceira vez, revalidando o desempenho na última temporada com 74 pontos, contra os 63 da ADRAP, no segundo lugar, e os 61,5 do Almeirim, que encerrou o pódio.

Já o Eirense prosseguiu o estatuto de melhor formação no apuramento feminino e arrancou um triunfo inédito, sucedendo ao Pechão com 73,5 pontos, à frente do Maia, segundo colocado, com 72, e do Senhora do Desterro, terceiro, com 71,5.

As fases finais do campeonato nacional de clubes em pista coberta, a mais importante prova coletiva do atletismo português, repartiram 32 equipas de 22 clubes em duas divisões e decorreram desde sábado no Altice Fórum, em Braga.

 

Classificação final:

- I Divisão (Masculinos):

1. Benfica, 101 pontos.

2. Sporting, 90.

3. Sporting de Braga, 54.

 

- I Divisão (Femininos):

1. Sporting, 100 pontos.

2. Sporting de Braga, 82.

3. Juventude Vidigalense, 66.

 

- Masculinos:

Lançamento do peso: Tsanko Arnaudov (Benfica), 20,59 metros.

60 metros barreiras: João Vítor Oliveira (Benfica), 7,87 segundos.

800 metros: Isaac Nader (Benfica), 1.52,80 minutos.

3.000 metros: Samuel Barata (Benfica), 8.09,68 minutos.

Triplo salto: Pedro Pablo Pichardo (Benfica), 17 metros.

4x400 metros: Benfica, 3.15,09 minutos.

 

- Femininos:

Triplo salto: Patrícia Mamona (Sporting), 13,86 metros.

60 metros barreiras: Olímpia Barbosa (Sporting), 8,44 segundos.

Salto com vara: Marta Onofre (Sporting), 4,20 metros.

800 metros: Claudia Bobocea (Sporting), 2.06,51 minutos.

Lançamento do peso: Auriol Dongmo (Sporting), 18,08 metros.

3.000 metros: Mariana Machado (Sporting de Braga), 9.19,05 minutos.

4x400 metros: Sporting, 3.37,70 minutos.

 

- II Divisão (Masculinos):

1. Casa do Benfica de Faro, 74 pontos.

2. ADRAP, 63.

3. Almeirim, 61,5.

 

- II Divisão (Femininos):

1. Eirense, 73,5 pontos.

2. Maia, 72.

3. Senhora do Desterro, 71,5.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Atletismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.