Depois do confronto nos campeonatos nacionais de pista coberta, Benfica e Sporting estão agora a preparar ao pormenor as suas participações nos campeonatos de Portugal de corta-mato, que se realizam em Monforte, distrito de Portalegre, no próximo domingo.

Atletas da equipa da Luz já tinham estado, no final do mês passado, na região, para um reconhecimento do local onde será desenhado o percurso, e agora foi a vez de os vizinhos de Alvalade realizarem um pequeno estágio na região. Ali estiveram sete dos seus atletas masculinos, entre os quais Rui Pedro Silva, e duas atletas da equipa feminina.

Numa primeira antevisão, constata-se que a prova deverá ser seletiva, com os atletas mais experientes e com mais resistência a tirarem partido do traçado, que terá 10 quilómetros para os homens e 8 para as mulheres.

Hegemonia leonina

Será a 95.ª edição dos campeonatos de corta-mato, que se iniciaram em 1911, com triunfo individual de Francisco Lázaro (que viria a falecer no ano seguinte durante os Jogos Olímpicos de Estocolmo’1912), e vitória coletiva do Império. Desde então, e após vários anos em que não se realizou, a prova conheceu uma hegemonia esmagadora da equipa do Sporting que, coletivamente, subiu 73 vezes ao pódio, 46 vezes das quais para erguer a taça de campeão.

Este ano, depois de dois anos consecutivos a triunfar, os leões vão defender o título perante uma equipa do Benfica que promete tudo fazer para regressar aos títulos, e somar o 22º do seu historial.

Já em femininos, o campeonato começou em 1967, com triunfo de Manuela Simões, que liderou o Benfica para o primeiro de oito títulos coletivos. Este ano, o Sporting é o principal favorito e tentará o seu sexto título. 


Autor: António Manuel Fernandes