Edi Maia alcançou a melhor marca do ano no salto com vara

Sagrou-se este domingo campeão nacional em Pombal

• Foto: Nuno Abreu

O atleta do Benfica Edi Maia sagrou-se este domingo campeão de Portugal no salto com vara, nos Campeonatos Absolutos de Pista Coberta, em Pombal, ao saltar 5,50 metros, naquela que foi a sua melhor marca da época.

Edi Maia, que detém o recorde nacional, com 5,70 metros, desde a época passada, conquistou o sétimo título nacional.

No final da prova, o atleta admitiu estar com alguns problemas físicos, o que o condicionou hoje, embora tenha conseguido alcançar a sua melhor marca do ano.

"Tive algumas dificuldades físicas este ano (algumas lesões) e tive de parar algum tempo, tendo feito 5,40. Nesta competição, fazer 5,50 não era o meu objetivo, porque o objetivo é fazer sempre melhor do que a marca que a pessoa tem, mas, derivado às dificuldades físicas que tive, já foi muito bom ter feito esta marca e ter conseguido vir buscar novamente o título. É sempre uma mais-valia", referiu o atleta.

Edi Maia ainda não sabe quais as competições que irá fazer nas próximas semanas, mas admite afastar-se "uma semaninha", para "descansar e começar a treinar a pré-época de pista ao ar livre e entrar bem (nessa competição)".

Competições no estrangeiro estão, para já, fora dos seus planos. "Lá fora, o nível está muito alto e eu ainda não estou bem fisicamente", confessou.

Edi Maia trocou esta época o Sporting pelo Benfica, estando ainda em fase de adaptação ao novo treinador e ao novo emblema.

"Há sempre uma certa dificuldade, mas o que é bom é as pessoas falarem e conseguirem contornar essas dificuldades. Em princípio, estamos no bom caminho e esta competição já foi uma grande mais-valia, tanto para mim como para o Pedro Pinto, o meu treinador. Acho que estamos no bom caminho para conseguirmos passar o oceano para o outro lado", frisou.

O atleta confessou ainda que, antes dos Jogos Olímpicos, pretende "confirmar os mínimos" para os Campeonatos da Europa. "Serão 5,55 ou terei de fazer também 5,60, mas o meu objetivo é fazer 5.70 este ano para estar presente nos Jogos Olímpicos. Mais do que isso, depois vemos", explicou.

Para estar nos Europeus, Edi Maia terá de fazer 5,65 metros (mínimos A) ou 5,55 metros (mínimos B). Já para chegar aos Jogos Olímpicos, o atleta do Benfica tem de fazer este ano a sua marca pessoal - 5,70 metros.

No salto com vara, completaram o pódio outros dois atletas do Benfica: Diogo Ferreira saltou 5,45 metros, enquanto Ícaro Miranda passou a fasquia a 5,15.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Atletismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.