Maior promessa da velocidade jamaicana apanhada com doping

Jovem Briana Williams, de 17 anos, acusou positivo a substância proibida

• Foto: Getty Images

Depois do caso a envolver Christian Coleman, que alegadamente terá falhado no registo da sua localização aquando de três controlos antidoping, o Mundo da velocidade volta a ser abalado por um caso a envolver a violação das regras antidoping. Agora chega-nos da Jamaica, onde a jovem promessa Briana Williams, de apenas 17 anos, terá acusado positivo a um diurético proibido pelas autoridades internacionais num controlo.

Atual campeã mundial de Sub-20 dos 100 e 200 metros, a jovem velocista acusou uma substância que tem a capacidade de 'mascarar' a presença de outras matérias proibidas, nomeadamente esteróides, segundo aponta a imprensa especializada, num controlo que foi realizado em junho, aquando dos Trials jamaicanos.

Confrontada com o caso, Williams negou qualquer irregularidade e assegurou que o controlo positivo se deveu ao consumo de um medicamente para uma constipação. Uma teoria que a atleta e os seus advogados terão de defender perante um comité especializado nas próximas semanas.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Atletismo

Notícias

Notícias Mais Vistas