Mo Farah queixa-se de assédio racial na Alemanha

Incidente ocorreu no aeroporto de Munique

A carregar o vídeo ...
Mo Farah acusa segurança de aeroporto de assédio racial

O britânico Mo Farah utilizou esta terça-feira as suas páginas das redes sociais - e posteriormente um comunicado - para dar conta de um episódio de assédio racial ocorrido no aeroporto de Munique, cidade alemã na qual estava de passagem rumo à Etiópia, onde irá preparar a Maratona de Londres, que decorre a 2 de abril.

No Instagram, num direto, Farah fez um vídeo no qual mostra a abordagem de um segurança do aeroporto, queixando-se da abordagem feita. "Este tipo está a tocar-me feito louco. Assédio puro. Assédio puro", dizia o atleta de 34 anos enquanto era empurrado pelo segurança, continuando: "Não tens de me empurrar. Não podes tocar-me. Não precisas de me agarrar. Deixa-me em paz! Estás no Instagram Live".

Enquanto isso, o segurança ia procurando afastar o maratonista, dizendo mesmo que não se importava de estar a ser filmado e a ser visto em todo o mundo através da conta do famoso atleta britânico, que tem o título de Sir.

Pouco depois, utilizando uma imagem do vídeo, Farah escreveu no Twitter: "Triste ver assédio racial num dia como este e com esta idade. 2018...!", emitindo ao final da tarde i, comunicado no qual reagiu de forma oficial. "Esta tarde houve um incidente num aeroporto alemão enquanto o Mo estava a viajar para o centro de treinos na Etiópia. O Mo sentiu que o incidente foi por motivos raciais e que foi tratado de forma injusta pela equipa de segurança do aeroporto", podia ler-se na nota.

Por Fábio Lima
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Atletismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.