Patrícia e Sara dão brilho a noite maiata

Atletas do Sporting vencem provas do triplo e dos 5.000 metros de forma categórica

• Foto: Hugo Monteiro

A pista da Maia tem uma magia, um fascínio especial, que começa exatamente no público que assiste às competições. E isso sucedeu novamente na noite deste sábado, com a realização do Meeting Maia Cidade do Desporto, que reuniu vários dos melhores atletas nacionais. Entre o público estava Jéssica Augusto, que reconheceu que "estar de fora custa um bocado". "Mas vim apoiar os meus colegas num grande espetáculo de atletismo, bem organizado", disse-nos a fundista do Sporting, que quarta-feira vai tentar fazer mínimos para o Mundial de Londres, nos 10.000 metros.

Patrícia Mamona, que era também madrinha da prova, aproveitou todo o carinho do público "maravilhoso" para embalar para um triunfo acima dos 14 metros (14,12) no triplo-salto, deixando na segunda posição a eterna rival, Susana Costa, que tarda em passar os 14 metros esta época (fez 13,80), embora tenha saído satisfeita "por estar a corrigir alguns erros".

Quem também não deu hipóteses às adversárias foi Sara Moreira, nos 5.000 metros, com uma corrida solitária, que a entusiasmou bastante no início. "Depois o vento não foi ajudando e acabei por não correr ao ritmo que queria", afirmou a atleta leonina. Ainda assim terminou com 15.39,95, um resultado interessante.

Mas, apesar de outros bons resultados e do forte apoio do público, faltaram marcas mais significativas. No comprimento, Marcos Chuva, com uma lesão, não foi além dos 7,48 metros e tem de aproveitar o Meeting de Madrid (dia 14) ou o Nacional de clubes para tentar ir aos Mundiais de agosto. O mesmo se passa com a velocista Lorene Bazolo, vencedora com 11,56 segundos (fez melhor na eliminatória, 11,42). Nos 100 metros, o portuense Carlos Nascimento, agora no Sporting, foi segundo nos 100 metros (10,47), atrás do brasileiro Erick de Jesus (10,46), confirmando o seu bom momento.

De resto, destaque para o triunfo nos 1.500 metros de Nuno Lopes, do Seia, um homem que alterna a estrada com a pista; para a vitória de Jorge Colaço, do Charneca da Caparica, nos 400 metros, com recorde pessoal, derrotando o sportinguista Sandy Martins (48,80), um dos favoritos; para o ‘regresso’ de Tiago Pereira, do Benfica, às vitórias na altura, embora longe do seu melhor (2,21), ele que fez preparação durante toda a época para o triplo-salto.

Momento alto na pista foi protagonizado por José Regalo (em funções de ‘speaker’) e Francis Obikwelu, quando este, em lágrimas, recebeu palavras de agradecimento. "É fantástico para mim participar na prova, na Maia Cidade do Desporto. É incrível estar aqui, competir. Agradeço este momento único", disse no final.

Na primeira pessoa

"Balanço positivo, com público excelente, boa organização e boas condições. Saltei dentro da média, acima dos 14 m, e arrisquei. O mais importante era apelar às sensações, ao público e aproveitar as energias, mas não saiu a marca que queria"
PATRÍCIA MAMONA, triplo salto

"É um privilégio correr numa casa que foi minha. Treinei aqui muitas vezes. A marca é um bom indício para os Mundiais, onde pretendo lutar pelo melhor lugar"
SARA MOREIRA, 5.000 metros

"Tenho uma pequena lesão no pé (entorse) e o melhor que consegui foi 7,48. Estou muito orgulhoso por estar na Maia"
MARCOS CHUVA, comprimento

"Estou a passar uma fase muito complicada. São quase três anos marcado por lesões. Por mais que tente, trabalhe, inove e prepare, está a ser difícil"
MARCO FORTES, peso

"Estou feliz pela vitória e agradeço o calor do público da Maia"
TIAGO PEREIRA, salto em altura

Resultados

MASCULINOS
100 m (v:+0,8): 1º Erick de Jesus (BRA) 10,46; 2º Carlos Nascimento (SCP) 10.47. 400 m: 1º Jorge Colaço (AACC) 48,43. 1500 m: 1º Nuno Lopes (CAS) 3.48,92. 5000 m: 1º Andralino Furtado (SCP) 14.40,21. Altura: 1º Tiago Pereira (SLB) 2,05. Comprimento: 1º Marcos Chuva (SLB) 7,48 (v;+1,1). Peso: 1º Marco Fortes (SCP) 15,93. Dardo: 1º Tiago Aperta (Ind) 63,24.

FEMININOS
100 m (v:+0,5): 1ª Lorene Bazolo (SCP) 11,56. 400 m: 1ª Rivinilda Mentai (SLB) 54,42. 1500 m: 1ª Leticia Barbosa (ESP) 4.30,70; 2ª Cátia Santos (GDE) 4.33,90. 5000 m: 1ª Sara Moreira (SCP) 15.39,95. 400 m barr: 1ª Andreia Crespo (SCP) 59,26. Triplo: 1ª Patrícia Mamona (SCP) 14,12 (+0,8). Dardo: 1ª Lídia Parada (ESP) 51,83; 2ª Marlene Araújo (SLB) 44,05.

Por António Manuel Fernandes e João Baptista Seixas
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Atletismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.