Patrícia e Susana em ação

Para tentar esquecer Évora

• Foto: Amândia Queirós

Depois da inesperada eliminação de Nelson Évora na qualificação do triplo de ontem, Patrícia Mamona, medalha de prata há quatro anos, e Susana Costa tentarão hoje ter sorte bem diferente, passando à final do triplo, marcada para domingo.

Terão de fazer 14 metros ou ficar entre as 12 primeiras entre as 22 concorrentes, o que é bem provável face às marcas que possuem e ao estado de forma já este ano mostrado. Ainda de manhã, Vera Barbosa deverá passar às meias-finais de 400 m barreiras. Correrá na pista 3 e tem o melhor tempo da época entre as seis concorrentes da sua série. Passarão 14 das 25 atletas (duas primeiras e mais seis por tempos).

Da parte da tarde, Marta Pen, que possui o 2º tempo do ano entre as 11 atletas da sua série, tem boas hipóteses de ser uma das 12 apuradas para a final de 1.500 m (quatro primeiras de cada série e mais quatro tempos).

Bem mais complica a tarefa dos dois velocistas que estarão nas meias-finais: 24 atletas em três séries, a apurar oito finalistas (dois primeiros e dois por tempos). David Lima correrá na pista 2 dos 200 m e os seus 20,62 são o 7º tempo entre os 8 concorrentes da sua série. Por seu turno, Lorène Bazolo tem o quarto tempo (11,21) da sua série.

Por Arons de Carvalho
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Atletismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0