Patrícia Mamona sublinha boa prestação no Mundial e desabafa: «Estou toda partida»

Portuguesa foi oitava na final do triplo salto e diz-se "aquém" do seu "verdadeiro potencial"

Patrícia Mamona foi, no sábado, oitava na final do triplo salto dos Mundiais de atletismo, que decorrem em Doha. A atleta portuguesa abriu com 14,40m, a sua melhor marca em todo o concurso, que lhe valeu a passagem aos três saltos finais. Desta forma, terminou como a segunda melhor europeia, apenas atrás da espanhola Ana Peleteiro. Na 'ressaca' da sua prestação, a triplista portuguesa recorreu hoje às redes sociais para deixar uma mensagem de agradecimento e sublinhar a motivação para "progredir ainda mais".

"Finalíssima na final mundial do triplo salto. Pensando bem, foi a minha melhor performance num Campeonato do Mundo. Ainda estou muito aquém do meu verdadeiro potencial e isso motiva-me pois sinto que posso progredir ainda mais! Dou por terminada esta longa época, mas com o pensamento na próxima! Obrigada mais uma vez a todos vocês pelo carinho e palavras motivadoras. Vou continuar a trabalhar para ser cada vez melhor! Ps: estou toda partida [emojis de sorrisos], estou mesmo a precisar de uns dias off", pode ler-se na publicação.

A venezuelana Yulimar Rojas conquistou o ouro com uma marca fantástica de 15,37 metros. Não ficou longe do recorde mundial de 15,50, que já tem quase 15 anos.


Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Atletismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.