Qualificação para Tóquio 2020 tem em conta mínimos e ranking

IAAF divulga sistema de apuramento para os próximos Jogos Olímpicos

• Foto: Twitter IAAF

A Associação das Federações Internacionais de Atletismo (IAAF) divulgou esta terça-feira o sistema de qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, que passa a ter em conta não só as marcas mínimas exigidas, mas também o ranking dos atletas.

O sistema, aprovado no fim de semana passado na reunião do Conselho Diretivo da IAAF em Buenos Aires, fixa o número de atletas participantes em cada disciplina e os períodos para alcançar os 'mínimos' para aceder aos Jogos Olímpicos.

Para as provas de 10.000 metros, maratona, decatlo e heptatlo e estafetas, o prazo vai de 1 de janeiro de 2019 a 29 de junho de 2020, para as restantes vai de 1 de julho de 2019 a 29 de junho de 2020.

Os atletas podem qualificar-se para Tóquio 2020 pela sua posição no ranking mundial no final do período de qualificação ou estabelecendo nesse prazo as marcas mínimas exigidas, que serão anunciadas no final do ano em curso.

A quota para o atletismo foi fixada em 1.900 participantes, com um máximo de três por país e por prova.

Os Jogos de Tóquio 2020 iniciam-se em 24 de julho de 2020 e o programa de atletismo em 31 do mesmo mês.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Atletismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.