Sporting lamenta empate que anima o Benfica para recuperar título em pista coberta

Iguais no setor masculino, após a primeira jornada do Nacional de clubes

• Foto: Vítor Chi

O diretor técnico do atletismo do Sporting lamentou este sábado o percalço que ditou o empate com o rival Benfica no setor masculino após a primeira jornada do Nacional de clubes, em Pombal.

"Está mais equilibrado por culpa própria, ganhámos praticamente todas as provas e uma desclassificação colocou o campeonato em aberto. Neste momento, acabámos a primeira jornada com um desempenho fantástico de todos os atletas, mas com um percalço que deixa em igualdade pontual e com tudo em aberto para a segunda jornada", afirmou o responsável leonino, Carlos Silva, em declarações à agência Lusa.

A desclassificação nos 400 metros de Jordin Andrade, que tinha sido segundo atrás do benfiquista Ricardo dos Santos, deixou a classificação empatada a 48 pontos, apesar dos seis triunfos 'leoninos' nas sete provas hoje disputadas na Expocentro.

"Independentemente desta situação é uma avaliação muito positiva, a determinação, a superação e o espírito demonstrado pelos atletas foi fantástica. Estou triste por um percalço estar a tirar a vantagem nos masculinos", referiu Carlos Silva, reconhecendo o "alento" com a obtenção de mínimos para os Mundiais de Birmingham nos 400 metros, "como responsável do atletismo e como treinador da atleta", elegendo-a como "a imagem de marca da equipa".

A diretora da modalidade do Benfica, Ana Oliveira, admitiu a "rivalidade direta", constatando que a desclassificação de Jordin Andrade equilibrou as contas.

"No ano passado perdemos o título e estamos a tentar recuperá-lo, mas não está fácil. Não fomos só nós que tivemos percalços -- julgo que hoje até mais para o Sporting -, e vamos começar amanhã [domingo] 0-0", frisou Ana Oliveira, à Lusa.

Em 2017, o Sporting arrebatou o título masculino que o Benfica vencia ininterruptamente há cinco anos.

"Penso que tudo pode acontecer e que vão ser dos campeonatos mais disputados dos últimos anos, quanto ao setor feminino é a eterna liderança do Sporting [venceu 22 das 24 edições]. Estamos com um projeto baseado na formação (...) e, agora, com o investimento do Sporting, praticamente a nossa formação faz parte da equipa do Sporting. Vamos tentar dignificar ao máximo este campeonato", referiu Ana Oliveira.

A responsável 'encarnada' felicitou ainda a sportinguista Cátia Azevedo pela qualificação para os Mundiais, enaltecendo ainda a marca do seu atleta Ricardo dos Santos nos 400 metros.

Por Lusa
3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Atletismo

Notícias

Notícias Mais Vistas