Velocista olímpica punida com 8 anos e meio de prisão após ser detida com 52 kg de droga

Madiea Ghafoor não revelou no julgamento de onde provinham as substâncias, por temer pela segurança da família

A velocista Madiea Ghafoor, que participou nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, integrando a estafeta 4x400 metros da Holanda, foi punida com 8 anos e meio de prisão, na Alemanha, depois de ter sido declarada culpada de tráfico de droga.

A atleta foi apanhada em junho deste ano com 50 kg de pastilhas de ecstasy, 2 kg de metanfetamina e 11.950 euros em dinheiro, tudo avaliado em cerca de 2,3 milhões de euros. Madiea Ghafoor seguia de carro perto de Elten, na fronteira da Alemanha, quando foi mandada parar pela polícia. 

A atleta, de 27 anos, disse que julgava transportar doping para ela e para outras atletas, mas que nunca pensou tratar-se de drogas daquele calibre. Recusou-se sempre revelar quem lhe facultou as substâncias, por temer pela segurança da família e dos que lhe são mais chegados.

A federação holandesa de atletismo revelou surpresa com o sucedido. "Seguimos o julgamento de Ghafoor e informámos imediatamente a autoridade antidopagem da Holanda para que investige em que medida foi violada a legislação antidopagem. Rejeitamos completamente as ações de Ghafoor."

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Atletismo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.