Siga o nosso canal de WhatsApp e fique a par das principais notícias. Seguir

Internacionais de Portugal reúnem mais de 400 atletas nas Caldas da Rainha

A liderar a comitiva está Bernardo Atilano

• Foto: Federação Portuguesa De Badminton
Os 58.º Internacionais de Portugal de Badminton reúnem desta quarta-feira a domingo, no Centro de Alto Rendimento das Caldas da Rainha, mais de 400 atletas, com o português Bernardo Atilano como cabeça de série em singulares masculinos.


Em prova estarão 12 atletas convocados para a seleção portuguesa, com mais lusos inscritos em nome próprio à procura de bons resultados e pontuação no ranking mundial, a pouco tempo do arranque da qualificação olímpica.

A liderar a comitiva está Bernardo Atilano, campeão nacional e número um português, em 89.º da hierarquia mundial, o que lhe confere o estatuto de principal pré-designado em singulares masculinos.

"O Bernardo Atilano é o primeiro cabeça de série e terá ambições de conseguir um melhor resultado, outros estão na qualificação e o objetivo passa por tentar ganhar o primeiro jogo e olhar um pouco mais à frente. É um torneio em que o nível está muito forte, há atletas bastante fortes e com grau de exigência bastante assinalável para o que [os inscritos nacionais] estão habituados", explica à Lusa Diogo Silva, selecionador nacional.

A lista, liderada pelos selecionadores Diogo Silva e Fernando Silva, conta com as irmãs Sónia e Adriana Gonçalves, no quadro principal de pares femininos, mas também Bruno Carvalho, Diogo Glória, a esperança olímpica Madalena Fortunato, Gabriel Rodrigues ou Beatriz Roberto.

Ao todo, estão inscritos para cima de 400 atletas, de 50 países diferentes, com vários representantes do 'top 100' masculino e feminino, como o espanhol Pablo Abián, que participou quatro vezes em Jogos Olímpicos e é atualmente 90.º do mundo.

Em singulares femininos, a francesa Yaelle Hoyaux (65.º) é a cabeça de série, com a 38.ª dupla de pares mistos, Jessica Pugh e Callum Hemming, como outro dos destaques.

Com a maior parte dos atletas portugueses a partirem da qualificação, que se disputa a partir de hoje no CAR das Caldas, no distrito de Leiria, Atilano começa no quadro principal, a partir de sexta-feira, e em pares femininos há três duplas também no 'main round'.

Além das irmãs Gonçalves, campeãs nacionais e experientes em provas internacionais, com "resultados contra pares teoricamente mais fortes", estão também já garantidas Catarina Martins e Mariana Neves e Mariana Afonso e Mariana Pinto Leite, uma das atletas a 'correr por fora' da convocatória, embora seja presença assídua na seleção. "Estou mais entusiasmada para a prova de pares femininos. Esta época, decidi focar-me mais na carreira de pares e não tanto em singulares. Eu e a Mariana Afonso estamos a tentar ter objetivos mais altos do que os torneios nacionais", explica à Lusa Pinto Leite.

A jovem atleta destaca a presença no quadro principal, uma vez que os pontos para o ranking são muito mais elevados, perante adversárias "mais difíceis, o que não dá muita margem de erro", embora possa trazer "aquele ritmo internacional" que ajuda a evoluir. No global, destaca Diogo Silva, Portugal alinhará com jogadores que têm "expectativas diferentes", entre os "mais experientes e habituados a competições internacionais e alguns atletas sub-23", para quem o objetivo secundário será "ter contacto com essa exigência competitiva superior" e crescerem.

Outro fator que Mariana Pinto Leite destaca é o de jogarem em casa. "Como já conhecemos tão bem o pavilhão, se conseguirmos pôr a cabeça focada pode ser uma vantagem. Estamos ambientadas, em casa, a comer a nossa comida, muitos a dormir em casa. Pode dar-nos muito mais conforto e menos stress competitivo", conta.

A 58.ª edição dos Internacionais de Portugal, o mais relevante torneio de badminton que se realiza no país, decorre até domingo nas Caldas da Rainha.

Por Lusa
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Badminton

Notícias

Notícias Mais Vistas