Benfica vence União Sportiva e conquista título nacional de basquetebol feminino

Encarnadas alcançaram uma dobradinha inédita depois de já terem vencido a Taça de Portugal

• Foto: SL Benfica

O Benfica sagrou-se este domingo pela primeira vez campeão nacional de basquetebol feminino, ao vencer a União Sportiva por 76-73, no terceiro jogo da final do campeonato 2020/21, disputado em Vila Franca do Campo, nos Açores.

A equipa lisboeta, que ao intervalo já vencia por 41-40, alcançou uma dobradinha inédita, uma vez que também conquistou a Taça de Portugal. 

Aliyah Mazyck, do União Sportiva, com 26 pontos, e Japonica James, do Benfica, com 22 pontos, estiveram em destaque no encontro decisivo. A atleta das encarnadas foi mesmo eleita a MVP do jogo.

O pavilhão Sidónio Serpa, em Ponta Delgada, voltou a encher-se de público para assistir ao derradeiro e decisivo jogo da final do principal campeonato de basquetebol feminino.

Depois de o Benfica ter levado a melhor no primeiro jogo na Luz (91-72) e da União Sportiva ter vencido o segundo encontro em casa (85-72), as contas do título ficaram adiadas para o encontro deste domingo.

Se dúvidas existissem, a importância do encontro ficou demonstrada logo desde início com as duas equipas a lutarem intensamente pelo domínio na partida. Num primeiro período de parada e resposta, dominado pelo equilíbrio, a equipa açoriana acabou por ser mais eficaz, vencendo por 22-18.

No segundo período, a Sportiva teve um arranque fulminante, mas as encarnadas, a partir de metade do segundo período, conseguiram reorganizar-se e passaram a explorar as fragilidades da equipa da casa. A equipa da Luz chegou ao intervalo a vencer por 40-41: um resultado que espelhava o equilíbrio desta final.

No regresso das cabines, o Benfica apareceu mais forte e concentrado e dominou grande parte do terceiro período. Contudo, a União Sportiva, sobretudo à boleia de Raquel Laneiro, teve uma reta final avassaladora e conseguiu reverter a desvantagem, acabando o período a vencer por 64-60.

No último período do jogo, a intensidade aumentou, as reviravoltas no marcador foram uma constante. O jogo foi disputado até ao último segundo e a eficácia acabou por fazer a diferença - e neste capítulo as encarnadas foram superiores, vencendo por 73-76.

O Benfica tornou-se a 10.ª equipa a sagrar-se campeã nacional de basquetebol feminino, numa lista liderada pelo CAB Madeira, com cinco títulos conquistados, enquanto a União Sportiva venceu a competição por três vezes (2015, 2016 e 2018).

Ficha do jogo

--------------------------- 

Jogo realizado no Pavilhão Sidónio Serpa, em Ponta Delgada.

Benfica -- União Sportiva, 73-76

Ao intervalo: 40-41

Sob a arbitragem de Diogo Martins, Joana Pessoa e Marta Perdigão, as equipas alinharam e marcaram:

- União Sportiva (73): Raquel Laneiro (10), Nausia Woolfolk (9), Gabriela Paula (11), Emília Ferreira (9), Aliyah Mazyck (26). Jogaram ainda Ana Ramos (5), Inês Bettencourt e Vânia Sengo (3).

Treinador: Ricardo Botelho.

- Benfica (76): Joana Soeiro (14), Mariana Carvalho (16), Mariana Silva (10), Laura Ferreira (13), Japonica James (22). Jogaram ainda Cythia Dias, Marta Martins (1), Ana Barreto e Sofia Ramalho.

Treinador: Eugénio Rodrigues.

Marcha do marcador: 22-18 (primeiro período), 40-41 (intervalo), 64-60 (terceiro período) e 73-76 (resultado final).

Assistência: 180 espetadores.

Por Lusa
3
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Basquetebol

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.