Ex-basquetebolista recorda bullying na infância: «Enfiaram-me a cabeça na sanita»

Iñaki Zubizarret visita escolas e tenta sensibilizar os mais jovens para o problema

Iñaki Zubizarret jogou basquetebol na Liga ACB, em Espanha, mas hoje dedica-se a outra causa. O antigo jogador visita escolas tenta sensibilizar os mais jovens para o bullying. Ele próprio em criança foi uma vítima e por isso relata abertamente o que sofreu, de modo a tentar sensibilizar os mais novos para o problema. Os seus relatos são comoventes e Zubizarret, hoje com 47 anos, não esconde que chegou a pensar no suicídio.

"Eu tinha 11 anos e havia um grupo de rapazes que me perseguia na escola. Cuspiam-me, tiravam-me os livros, insultavam-me, diziam 'vê se te matas'...", contou, numa entrevista ao canal 'La Sexta', citado pelo jornal 'As'.

"Um dia agarraram-me. Eram muitos, espancaram-me, pontapearam-me na cabeça. Acordei dois dias depois no hospital. Tinha estado em coma, a minha cara estava desfigurada, eu não me reconhecia", acrescentou.

Mas o quadro de horror não ficou por aqui. "Um dia levaram-me para casa de banho e meteram-me a cabeça na sanita. Só pararam quando me entrou m... na boca."

O suicídio passou-lhe pela cabeça. "Cheguei a despedir-me dos meus pais e do meu irmão", recordou Iñaki. Mas felizmente não entrou por aí e tomou uma decisão: "Prometi a mim mesmo que jamais deixaria que me humilhassem ou que me fizessem mal. Passei muito tempo a sofrer com o rancor, com a vergonha, com a raiva. Mas com eles aprendi a não ser como eles." 

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Basquetebol

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.