FC Porto justifica falta de comparência em Ovar: «Em defesa dos superiores interesses do clube»

Posição vincada em comunicado

Paulo Marques, o árbitro visado pelo FC Porto
Paulo Marques, o árbitro visado pelo FC Porto • Foto: José Reis/Movephoto
O FC Porto justificou o motivo para a não comparência no embate deste sábado com a Ovarense, num comunicado oficial publicado no seu site, com a presença "de um dos árbitros envolvidos nas vergonhosas arbitragens que condicionaram a equipa de basquetebol na passada temporada e que lhe retirou um título nacional", no caso Paulo Marques. Os dragões pediram desculpa ao adversário mas deixaram claro que "esta deliberação, não sendo nova, merece ser comunicada em defesa dos superiores interesses do FC Porto."

Eis o comunicado na íntegra:

"A Direção do FC Porto, depois de confirmada a nomeação para o jogo Ovarense-FC Porto - a contar para a Liga Portuguesa de Basquetebol e a ter lugar hoje às 17h00 -, de um dos árbitros envolvidos nas vergonhosas arbitragens que condicionaram a equipa de basquetebol na passada temporada e que lhe retirou um título nacional, não deixando de se desculpar à Ovarense, que merece o seu maior respeito e é alheia à nomeação, informa que, em sintonia com a sua decisão comunicada a 21 de junho de 2021, não comparecerá ao referido jogo.

Esta deliberação, não sendo nova, merece ser comunicada em defesa dos superiores interesses do FC Porto.

O FC Porto continuará com a sua equipa de basquetebol em todas as provas que integra, enquanto a deixarem nelas participar.

A Direção do FC Porto"
Por Record
23
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Basquetebol

Notícias

Notícias Mais Vistas