Mário Gomes e a derrota de Portugal: «Montenegro foi mais forte do que nós»

Selecionador nacional reconhece limitações lusas

• Foto: Lusa/EPA
O selecionador nacional Mário Gomes reconheceu que foi justa a vitória (83-69) de Montenegro sobre Portugal, em Podgorica, na segunda jornada de apuramento para o Mundial2023.

"Montenegro foi mais forte do que nós, estão habituados a jogar a este nível e nós ainda estamos a ganhar experiência neste tipo de competições", frisou o técnico. "Relativamente ao jogo, a única estatística que salta à vista são as perdas de bola, mas conseguimos competir. Não estou satisfeito com o resultado, mas estou satisfeito com a equipa".

Mário Gomes revelou ainda ter ficado desagradado com a arbitragem.

"Para quem tem responsabilidades acrescento que, apesar de Portugal não ser uma equipa com um ranking elevado, merece o mesmo respeito que as outras equipas têm. Hoje, a equipa de arbitragem não nos respeitou. Perdemos com a Hungria e não mencionei sequer os árbitros, mas hoje os árbitros não nos respeitaram. Não foi aceitável. Respeitamos toda a gente e merecemos, também, o respeito de todos", salientou o selecionador.

O destaque em termos individuais na equipa portuguesa foi Daniel Relvão (16pts, 4res, 1rb), que se mostrou feliz pela prestação, mas triste pelo resultado final. "Senti-me bem… finalmente! Depois de tanto tempo fora, depois de todos os problemas físicos que tive, foi um ótimo jogo do ponto de vista individual para mostrar o que valia. Sei que posso fazer ainda mais. Fico apenas sentido pela derrota", confessou.
Por Ana Paula Marques
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Basquetebol

Notícias

Notícias Mais Vistas