Mário Gomes: «Faltou-nos frieza na altura de decidir o encontro

Selecionador Nacional lamenta vitória escassa diante da Bielorrússia

• Foto: Bruno Teixeira Pires

O Selecionador Nacional de basquetebol lamenta que Portugal tenha desperdiçado por tão pouco (3 pontos) a possibilidade de manter-se vivo na discussão de uma vaga no Campeonato do Mundo da modalidade.

"Sabíamos que este jogo era como uma final, mas falhámos o nosso objetivo, que era o apuramento, apesar de termos vencido a partida. Faltou-nos alguma sorte, mas, sobretudo, frieza na altura de decidir o encontro. A Bielorrússia também é uma seleção experiente e com valor", destacou Mário Gomes, em declarações à Agência Lusa, antes de revelar o que disse aos seus pupilos.

"No balneário, disse aos jogadores que têm de uma vez por todas de marcar e assumir os objetivos. Não há vitórias morais. Agora é preciso levantar a cabeça e seguir em frente", acrescentou o Selecionador Nacional.

Um dos destaques da turma das quinas, Arnette Hallman, estava inconsolável no final da partida.

"Não tenho palavras para exprimir o que sinto. Demos tudo, lutámos imenso, mas falhámos o nosso objetivo, que era conseguir o apuramento. Estou muito triste, porque senti que poderíamos seguir em frente no Mundial. Afinal, ficámos com a sensação de que não somos inferiores à Bielorrússia", assegurou Hallman.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Basquetebol

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.