Oliveirense-FC Porto em direto no site de Record: primeiro capítulo do ajuste de contas

Reeditam hoje, 21 anos depois, a final do playoff do campeonato nacional

• Foto: Luís Guerreiro

Foi há 21 anos que FC Porto e Oliveirense se defrontaram pela última vez numa final do campeonato. Em 1996/97, o FC Porto sagrou-se campeão ao vencer num jogo épico em Oliveira de Azeméis (74-72), num duelo em que brilhavam jogadores como Rui Santos – o antigo base e atual comentador do Porto Canal foi o herói, ao marcar o lançamento decisivo a 5 segundos do fim –, Fernando Sá (atual técnico do V. Guimarães), Nuno Marçal, Jarred Miller e o malogrado Paulo Pinto do lado da equipa de Jorge Araújo, enquanto Henrique Vieira, técnico da Oliveirense, tinha às suas ordens Joffre Lleal, José Silvestre, Gabriel Valente e Anthony Blakely.

Hoje, no mesmo local, Oliveirense recebe o FC Porto no 1º jogo da final, equipa com quem ainda não sofreu qualquer derrota esta época. É, segundo o seu treinador, Norberto Alves, uma final emocionante: "Vamos tentar concretizar as emoções para alcançar o nosso objetivo, que é ganhar. É um momento importante e queremos que as pessoas nos ajudem a conseguir esse sonho, que é ser campeão pela primeira vez."

É a 3ª vez que a Oliveirense disputa a final. Depois de 1996/97, a equipa de Oliveira de Azeméis esteve presente em 2000/01 e 2001/02: perdeu ambas com a Portugal Telecom. O capitão João Abreu é o ‘sobrevivente’ dessas decisões: "É uma felicidade voltar a estar numa final com a Oliveirense. Só espero que o desfecho, desta vez, seja diferente."

Moncho confiante

Já o portista Moncho López deixou um alerta: "Não é importante pensarmos que ganhámos ao Benfica, assim como não é pensarmos que nunca vencemos a Oliveirense."

Por Vítor Ventura
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Basquetebol

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.