Oliveirense vence Imortal e apura-se para as meias-finais da Taça de Portugal

Triunfo por 94-66

• Foto: Ricardo Nascimento

A Oliveirense confirmou esta sexta-feira o favoritismo e apurou-se para as meias-finais da Taça de Portugal de basquetebol, ao bater o Imortal, por 94-66, no primeiro jogo do segundo dia da 'final a oito' que decorre em Portimão.

Num confronto entre primeiro e 12.º e último classificado da primeira fase da Liga portuguesa de basquetebol, a campeã nacional Oliveirense já liderava ao intervalo (41-36), acabando por garantir o triunfo com um terceiro período demolidor.

A equipa de Oliveira de Azeméis, sem o poste belga Thomas de Thaey, habitual titular, por lesão, iniciou a partida em vantagem e nunca a perdeu, apesar de manter um ritmo ofensivo mais baixo nos dois primeiros períodos, deixando a turma de Albufeira equilibrar em vários momentos.

O jogo exterior do base norte-americano Quentin Snider ainda deu esperanças ao conjunto algarvio, atenuando as dificuldades geradas pela agressividade defensiva da Oliveirense, mas a segunda parte mudou o panorama.

Entrando a todo o 'gás' no terceiro período, a Oliveirense obteve um parcial de 12-2 nos primeiros quatro minutos e 'matou' a partida, acabando com as aspirações do Imortal e dos seus adeptos, que fizeram uma viagem curta até Portimão.

No campeão nacional, destacaram-se Marc-Eddy Norelia (19 pontos e cinco ressaltos), James Ellisor (18 pontos) e Travante Williams (17 pontos e sete ressaltos), enquanto no Imortal a principal figura foi Stephen Maxwell (25 pontos e seis ressaltos).

No sábado, a Oliveirense vai defrontar o vencedor do jogo Benfica-Ovarense, que decorre ainda hoje, também no Portimão Arena, enquanto a outra meia-final será jogada por FC Porto e Lusitânia.

Jogo realizado no Pavilhão Arena, em Portimão.

Oliveirense - Imortal: 94-66.

Ao intervalo: 41-36.

Sob arbitragem de Carlos Santos, Sónia Teixeira e Diogo Martins, as equipas alinharam e marcaram:

- Oliveirense (94): José Barbosa, Travante Williams (17), Marc-Eddy Norelia (19), James Ellisor (18) e Marko Loncovic (6). Jogaram ainda: Eric Coleman (5), André Bessa (10), João Guerreiro (10), Renato Azevedo (2), Francisco Albergaria, Rui França e João Balseiro (7).

Treinador: Norberto Alves.

- Imortal (66): Quentin Snider (16), Shane Rosa, António Moreira (9), Stephen Maxwell (25) e Orion Outerbridge (5). Jogaram ainda: Sérgio Correia (5), Stefan Djukic (2), André Calabote, Hélder Soares, Rafael Wildner (2), Dulcínio Fragoso (2) e Diogo Soares.

Treinador: Luís Modesto.

Marcha do marcador: 22-17 (10 minutos), 41-36 (20), 69-52 (30) e 94-66 (final do jogo).

Assistência: cerca de 300 espectadores.

Por Lusa
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Basquetebol

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.