Portugal arranca com derrota frente à Bulgária

Seleção Nacional perde por 82-71 na pré-qualificação para o Mundial

• Foto: FIBA

Portugal iniciou a pré-qualificação para o Mundial de 2019 com uma derrota em casa frente à Bulgária, por 82-71, comprometendo a sua exibição devido a extrema ineficácia ofensiva e defensiva na primeira parte.

A Seleção Nacional ainda logrou reduzir a diferença na segunda parte, mas já não conseguiu evitar o desaire, face a uma Bulgária que soube gerir a vantagem cedo alcançada, demonstrando ser um conjunto matreiro e experiente.

Com efeito, a equipa nacional revelou-se completamente desastrada na concretização do jogo exterior nos primeiros 20 minutos, com nenhum triplo anotado em 14 tentativas. Ao invés, a Bulgária converteu nove lançamentos de três pontos em 14 tentativas (64,3%), eficácia que fez toda a diferença e acabou por marcar o desfecho do embate.

E os 51 pontos sofridos nesta fase da partida também acabaram por ser fatais para Portugal. Os basquetebolistas lusos entraram na segunda parte com uma desvantagem de 25 pontos, foram à procura do melhor resultado possível, mas já não conseguiram colocar em causa a superioridade da seleção búlgara, que abordou a etapa complementar com uma grande 'almofada' de conforto.

Portugal ainda conseguiu vencer o parcial no quarto período (21-11), mas já foi demasiado tarde para dar uma alegria ao público de Sines, que lotou o pavilhão para apoiar a seleção.

O pequeno base José Barbosa, com 11 pontos, acabou por ser o melhor marcador de Portugal, enquanto na Bulgária brilhou Vezenkov, extremo-poste do Barcelona, com um 'duplo-duplo' (13 pontos e 13 ressaltos), além do base norte-americano Dee Bost, com 22 pontos e quatro ressaltos.

A seleção portuguesa vai agora defrontar a Bielorrússia a 9 de agosto, em Minsk, depois de a Bulgária e os bielorrussos medirem forças no dia 5.

No Pavilhão Multiusos de Sines e sob arbitrarem de Vicente Bulto (Espanha), Lorenzo Baldini (Itália) e Janusz Calik (Polónia), as equipas alinharam e marcaram:

PORTUGAL - Pedro Pinto, José Silva (10), Fábio Lima (8), Arnette Hallman (8) e Miguel Queiroz (9). Jogaram ainda: José Barbosa (11), João Guerreiro (10), Tomás Barroso (4), Stefan Djukic (2), Nuno Oliveira (9).

Treinador: Mário Gomes.

BULGÁRIA - Dee Bost (22), Pavel Marinov (7), Chavdar Kostov (18), Aleksandar Vezenkov (13) e Stanislav Vlakinov (3). Jogaram ainda: Aleksandar Guiorgiev (4), Stanimir Marinov (3), Martin Marinov (11), Aleks Simeonov, Nikolay Stoyanov Martin Marinov e Nikolay Vengolov.

Treinador: Lyobomir Minchev.

Marcha do marcador: 16-26 (10 minutos), 26-51 (20), 50-71 (30) e 71-82 (final do jogo).

Assistência: cerca de 2.400 espetadores.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Basquetebol

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.