A estranha ausência da ex-mulher de Jordan no documentário: quem terá calado Juanita?

Diretor do documentário já deu uma explicação mas está longe de ser convincente

Muito se tem falado do documentário 'The Last Dance' sobre o último ano de Michael Jordan nos Bulls com muitos intervenientes a relatarem histórias, umas mais conhecidas que outras mas todas com grande relevância. Há no entanto uma ausência que inquieta: a de Juanita Vanoy, mãe dos seus três primeiros filhos e com quem esteve casado durante 17 anos.

Juanita sempre foi apontada como aquela que obrigava Jordan a ter os pés no chão e a que evitava que a estrela da NBA mostrasse a sua pior faceta, pelo que esta ausência tem deixado muitos intrigados: não há uma palavra, um referência, nada.

O diretor do documentário, Jason Heir, já deu uma explicação mas está longe de ser convincente: "Não estava interessado na opinião das suas mulheres, nem dos seus filhos. Tinha outros narradores e contámos a história de vários pontos de vista".

De facto, nem Juanita nem Yvette, sua segunda mulher, aparecem mas foram feitos contactos com os filhos de Jordan.

Há quem adiante duas razões para Juanita não aparecer. Uma é a cláusula de confidencialidade quando foi assinado o milionário divórcio e pelo qual recebeu 168 milhões de euros. A outra fala de um veto por parte do ex-jogador.

Filha de Michael Jordan só percebeu a grandeza do pai passados 23 anos

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de NBA

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0