Caldwell-Pope preso... mas pouco

Cumprir uma pena de prisão preventiva de 25 dias e jogar ao mais alto nível na NBA é possível

• Foto: USA Today Sports

Cumprir uma pena de prisão preventiva de 25 dias e jogar ao mais alto nível na NBA é possível? Sim. É o caso de Kentavious Caldwell-Pope, jogador dos Los Angeles Lakers de 24 anos que foi condenado após ter sido apanhado a conduzir sob influência de substâncias proibidas em março – atuava nos Detroit Pistons – e por depois falhar os testes obrigatórios de álcool e drogas durante o período de liberdade condicional.

Contudo, e de acordo com o ‘Los Angeles Times’, Caldwell-Pope recebeu uma autorização especial – após vários recursos – para deixar a prisão durante umas horas e... treinar e jogar pelos Lakers, mas só na Califórnia. Sempre acompanhado por uma pulseira eletrónica de forma às autoridades controlarem os seus movimentos por GPS, o basquetebolista está, contudo, proibido de ajudar a sua equipa nos duelos fora do estado.

Atualmente a cumprir uma pena de 25 dias no Centro de Detenção do Departamento de Polícia em Seal Beach, o base/extremo já falhou o encontro em Houston. Na última madrugada, frente aos campeões Golden State, o atleta esteve disponível porque o duelo fora de portas foi em Oakland, no estado californiano.

"Tem sido muito dececionante para mim, bem como para os meus companheiros. Sinto que estou a desapontá-los mas tenho de lidar com esta situação", comentou Caldwell-Pope após uma sessão de treino. Segundo os documentos do tribunal, se o atleta violar os termos do acordo será condenado a mais 93 dias na prisão do condado de Oakland.

Por Diogo Jesus
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de NBA

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.