Cavaliers vencem Warriors e conquistam primeiro título

Triunfo fora na 'negra' por 93-89 com LeBron em grande

• Foto: Getty Images

Os Cleveland Cavaliers conquistaram o seu primeiro título de campeões da NBA na madrugada desta segunda-feira, ao vencerem fora os Golden State Warriors, detentores do troféu, por 93-89, no sétimo jogo da final.

A formação comandada por LeBron James, que somou o seu terceiro título de campeão, depois de dois ao serviço dos Miami Heat, tornou-se a primeira, à 33.ª tentativa, a vencer a final depois de estar a perder por 3-1.

Os Cavs já tinham estado em duas finais, mas haviam perdido ambas, primeiro face aos San Antonio Spurs (0-4, em 2006/07) e na época passada face aos Golden State.

LeBron James cumpriu domingo a promessa feita a Cleveland, ao levar os Cavaliers ao primeiro título, com ajuda de Kyrie Irving. Com o resultado em 89-89, e após quase quatro minutos sem nenhuma equipa acertar no cesto, Irving marcou o triplo que decidiu o jogo, a 53 segundos do fim, com James a selar o resultado final, de lance livre, tornando os Cavs na primeira equipa a recuperar de uma desvantagem de 1-3 na final.

Irving terminou com 26 pontos, enquanto James, que somou o terceiro 'anel', depois de dois pelos Miami Heat, tornou-se o terceiro jogador a conseguir um 'triplo duplo' num jogo 7 da final, com 27 pontos, 11 assistências e 11 ressaltos, sendo eleito por unanimidade o melhor jogador (MVP) da final.

Nos Cavs, que nos seus 52 anos de história haviam perdido as duas finais disputadas, uma delas na época passada, com os mesmos Warriors (2-4), destaque ainda para os 12 pontos de J. R. Smith e os nove pontos e 14 ressaltos de Kevin Love.

O melhor jogador do encontro foi, no entanto, o anfitrião Draymond Green, autor de 32 pontos, com 11 em 15 nos lançamentos de campo, incluindo seis em oito nos triplos, mais quarto em quatro nos lances livres, 15 ressaltos e nove assistências.

Green não foi, porém, ajudado pelas duas grandes figuras da equipa, que não marcou qualquer ponto nos últimos 4.40 minutos: Stephen Curry ficou-se pelos 17 pontos, com quatro triplos convertidos em 14 tentados, e Klay Thompson só conseguiu 14, com dois em 10 nos lançmanetos de longa distância.

Naquele que foi o único jogo verdadeiramente equilibrado da final, com 11 igualdades e 20 mudanças de liderança, destaque para o facto de o Warriors terem perdido mesmo com mais nove triplos marcados (15 contra seis).

Os Cavs marcaram os primeiros quatro pontos e os Warriors responderam com oito, mas foi o equilíbrio a pautar o primeiro período (22-23), com os triplos dos locais a terem resposta no melhor jogo interior dos forasteiros.

A tendência manteve-se no segundo período, mas um imparável Draymond Green (22 pontos, com cinco em cinco nos lançamentos de três pontos) inclinou a balança para os locais (49-42), que somavam 10 'triplos' ao intervalo (em 21 tentados), contra apenas um dos Cavaliers (em 14).

Com J. R. Smith inspirado no início da segunda parte, os Cavs chegaram rapidamente à igualdade (54-54) e, depois de dois lançamentos (2+3) de Curry (59-54), apareceu Irving, com 10 pontos num parcial de 14-2.

Os forasteiros estavam sete pontos à maior (61-68), mas os anfitriões não demoraram a reagir e, com Draymond Green a reaparecer, conseguiram mesmo acabar o terceiro parcial na frente, por um ponto (76-75).

Os Cavaliers lideraram o início do último período (76-79, 78-81 e 80-83), mas os Warriors voltaram ao comando, quatro pontos à maior (87-83), com um triplo de Curry, dois pontos de Thompson e outros dois de Green.

LeBron James respondeu com três lances livres e um triplo, o seu único no encontro, a 4.53 minutos do final (87-89), com Thompson a empatar de imediato.

Faltavam 4.40 minutos, e entrou-se num período de sucessivos falhanços: Love, Green, Irving, Iguodala, por culpa de grande desarme de lançamento de James, o próprio LeBron e Curry não acertaram nos seis ataques seguintes.

Após um desconto de tempo, Irving assumiu e desfez, finalmente o 89-89, com um triplo 'na cara' de Curry, que, no ataque seguinte, falhou o empate.

Com 10,6 segundos para jogar, LeBron James sofreu falta de Green e, depois de se contorcer no chão, falhou um lance livre, mas marcou o segundo e selou o título dos Cavs. Curry ainda falhou um triplo e começou a festa dos forasteiros.

Jogo na Oracle Arena, em Oakland, Califórnia

Assistência:
19.596 espectadores

Golden State Warriors-Cleveland Cavaliers, 89-93

Árbitros:
Dan Crawford, Mike Callahan e Monty McCutchen

Marcha do marcador:
22-23 (primeiro período); 49-42 (intervalo); 76-75 (terceiro período); 89-93 (resultado final)

Golden State Warriors: Stephen Curry (17), Klay Thompson (14), Harrison Barnes (10), Draymond Green (32) e Festus Ezeli. Jogaram ainda Andre Iguodala (4), Shaun Livingston (8), Anderson Varejão (1), Leandro Barbosa (3) e Marreese Speights
Treinador: Steve Kerr

Cleveland Cavaliers: Kyrie Irving (26), J. R. Smith (12), LeBron James (27), Kevin Love (9) e Tristan Thompson (9). Jogaram ainda Richard Jefferson (2), Iman Shumpert (6) e Maurice Williams (2)
Treinador: Tyronn Lue

Árbitros: Dan Crawford, Mike Callahan e Monty McCutchen

Marcha do marcador: 22-23 (primeiro período); 49-42 (intervalo); 76-75 (terceiro período);; 89-93 (resultado final).

Por Lusa
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de NBA

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.